Notcias

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

2018 2017 2016 2015 2014 2013

Últimas notícias

Buscar

Cooperativismo

Sistema Representativo do Cooperativismo

Aliança Cooperativa Internacional (ACI)

A Aliança Cooperativa Internacional (ACI), fundada em Londres, no ano de 1895, é uma associação formada pelos órgãos de representação do sistema cooperativista de cada país membro da ACI. Atualmente, com 92 países filiados, tem sua sede em Genebra, na Suíça. A missão da Aliança é representar, congregar e defender o movimento em todos os países onde o cooperativismo está presente, divulgar a doutrina e preservar seus valores e princípios.



Aliança Cooperativa Internacional para as Américas (ACI Américas)

A Aliança Cooperativa Internacional para as Américas (ACI Américas) é um organismo de integração, representação e defesa do cooperativismo e dos organismos que estão em países da América e que têm os mesmos objetivos sobre o cooperativismo. Foi fundada em 1963, na cidade de Montevidéu, no Uruguai. A ACI Américas, integrada por 20 países, mantém relações com movimentos cooperativistas e com organizações internacionais, sejam elas governamentais ou não. Sua sede permanente fica na cidade de Bogotá, na Colômbia.

 

Organização das
Cooperativas Brasileiras (OCB)


A representação do sistema cooperativista nacional cabe à Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). É uma sociedade civil, com sede na capital federal, órgão técnico-consultivo do governo, estruturada nos termos da Lei 5.764/71, sem finalidade lucrativa. Sua criação foi concretizada durante o VI Congresso Brasileiro de Cooperativismo, realizado em Belo Horizonte (Minas Gerais), em1969. A primeira diretoria efetiva da OCB foi eleita em 1970. Nesse período, a sede da OCB funcionou em São Paulo. Somente dois anos após o encontro de Belo Horizonte, em dezembro de 1971, implantou-se o Sistema OCB juridicamente. Em meados de 1972, a sede definitiva da organização foi instalada em Brasília.

Em cada unidade federativa do Brasil existe uma Organização Estadual – OCE, que congrega e representa todos os ramos do cooperativismo no seu respectivo Estado e presta serviços às cooperativas filiadas, conforme o interesse e as necessidades das mesmas, além de representar e defender seus interesses perante as autoridades constituídas e a sociedade. Para somar na defesa político-institucional, a OCB constituiu e tem o apoio da Frente Parlamentar do Cooperativismo (FRENCOOP). A frente é formado por um grupo político, não ideológico, independente de sigla partidária, reunido para defender os interesses do cooperativismo em todos os seus 13 (treze) ramos. Seu objetivo é trabalhar de forma solidária e coordenada na defesa dos interesses do Sistema Cooperativista, promovendo e divulgando suas ações, representando-o no Congresso Nacional.

 

 

Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado de Goiás (OCB-GO)

O Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado de Goiás (OCB-GO) é a entidade que atua na representação, defesa e desenvolvimento do cooperativismo no âmbito do Estado de Goiás.

Constituída em outubro de 1956, inicialmente, como a União das Cooperativas no Estado de Goiás, teve um papel decisivo na organização e no fortalecimento das cooperativas goianas. Surgiu primeiro como associação, com as siglas UCG, UCEG E OCG, até solidificar-se na representação sindical, política e econômica que é hoje a Casa do Cooperativismo Goiano. No final dos anos 80, o cooperativismo goiano já reunia cerca de 90 cooperativas associadas. Na época, os ramos de crédito e de trabalho médico tiveram um grande impulso.

Nos anos 90, começaram a ser ministrados cursos de formação de gestores cooperativistas, intensificando o incentivo à continuidade da gestão autônoma e democrática das cooperativas. Com o crescimento do movimento e suas demandas, a sede própria da OCB-GO, também, cresceu em tamanho e modernidade, passando em 2011 para o atual endereço, no Jardim Goiás, em Goiânia.

A OCB-GO congrega e defende os interesses políticos e socioeconômicos do cooperativismo no Estado, por meio da mobilização de ações e recursos que promovam o desenvolvimento das sociedades cooperativas e da prestação de serviços de suporte administrativo, técnico e logístico, de natureza sindical e organizacional. A OCB-GO busca ser um elo entre as cooperativas, sem visar para si interesses político-partidários ou econômicos.

 

Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (SESCOOP)

O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (SESCOOP) é integrante do Sistema Cooperativista Nacional. Foi criado pela Medida Provisória 1.715, de 3 de setembro de 1998, e suas reedições, e regulamentado pelo Decreto 3.017, de 6 de abril de 1999. O objetivo principal era o de organizar, administrar e executar o ensino de formação profissional, a promoção social dos empregados de cooperativas, cooperados e de seus familiares, e o monitoramento das cooperativas em todo o território nacional.

Do mesmo modo, também, existe uma Unidade Estadual (EU) do SESCOOP em cada unidade federativa, que atua na formação profissional, promoção social e monitoramento das cooperativas em cada Estado.

 

Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Goiás (SESCOOP/GO)

O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Goiás (SESCOOP/GO) é a entidade que atua na área de educação e desenvolvimento do cooperativismo no âmbito do Estado de Goiás. É um órgão descentralizado, criado pelo Conselho Nacional e vinculado à OCB-GO, nos termos da Medida Provisória 1.715, de 03 de setembro de 1998, e suas edições, e do Decreto 3.017, de 6 de abril de 1999, sendo instalado efetivamente em 28 de outubro 1999. O SESCOOP/GO também está vinculado ao Ministério do Trabalho e Emprego e tem o objetivo de promover a Formação profissional, promoção social e o monitoramento das cooperativas.

Com o SESCOOP/GO, o cooperativismo goiano ganhou novo impulso, porque soma a representação política da OCB-GO, a formação de novos líderes e o incremento da qualificação profissional e promoção social dos cooperados, o que representa um incentivo a mais para a autogestão das cooperativas.

O SESCOOP/GO promove a capacitação técnica dos cooperativistas goianos. Pela aplicação dos recursos oriundos de contribuições sociais em projetos voltados ao aperfeiçoamento de trabalhadores e cooperados, torna profissionais e dirigentes mais qualificados em benefício da gestão cooperativista.

Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: