Notcias

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

2018 2017 2016 2015 2014 2013

Últimas notícias

Buscar

Notícias

03/09/2013 - Metade da populao se declara nada informada sobre reforma poltica

03/09/2013
Reforma política é um assunto que entrou no noticiário brasileiro nas últimas semanas. Mas será que os brasileiros realmente sabem do que se trata essa reforma? Pesquisa do Ibope mostra que a maioria da população brasileira (52%) declara estar ‘nada informada’ sobre a reforma política e que pouco mais de um terço (34%) está pouco informada sobre o tema. Apenas 7% estão bem informados sobre esse assunto, de acordo com o levantamento feito com  2002 eleitores em 143 municípios, entre 15 e 19 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. O estudo mostra também que 54% dos entrevistados ouviram falar pela primeira vez sobre a reforma polític a ao serem questionados pelo entrevistador que realizou a pesquisa e que 36% têm conhecimento do tema. Para os que se declararam bem ou pouco informados sobre o assunto, o Ibope perguntou se concordam ou não com a realização da reforma política e quais medidas estão sendo discutidas.

Os que concordam somam 72%, enquanto outros 18% não concordam e nem discordam e 7% discordam. Quando questionados espontaneamente sobre as medidas em discussão, 23% mencionam o fim do voto secreto no Congresso Nacional e 22% citam o fim do voto obrigatório, mesmo percentual dos que indicaram o fim dos suplentes no Senado. Entretanto, 28% dos entrevistados não sabem ou preferem não responder. Sobre o financiamento de campanhas de candidatos a cargos públicos, 31% dizem que somente o governo deve financiar as campanhas, enquanto 16% acreditam que, assim como é hoje, todos devem financiar as campanhas (governo, empresas e pessoas físicas) e 13% acham que apenas empresas e pessoas fís icas deveriam realizar esses financiamentos. A proposta de voto distrital para eleição de deputados federais, isto é, a divisão de cada estado em regiões para que cada uma delas eleja seu representante, é preferida por 40% dos brasileiros.

Já 23% acham que o modo de eleger um deputado federal deve permanecer como é hoje, ou seja, cada estado deve permanecer elegendo vários deputados federais, independente da região que representam. Outros 17% acreditam que deve ser uma combinação dos dois modelos: parte dos deputados sendo eleita como são atualmente e parte sendo eleita a partir da divisão do estado em pequenas regiões. Dois a cada dez entrevistados (21%) não sabem ou preferem não se posicionar a respeito. A pesquisa também mostra que metade da população (51%) considera a lista aberta como a maneira mais adequada de se eleger deputados. Trata-se da maneira como são eleitos esses parlamentares hoje no Brasil, em que é possível votar tanto no candidato c omo no partido/legenda. Dessa maneira, cada partido garante um número de cadeiras na Câmara/Assembleia de acordo com os votos recebidos, e essas cadeiras são ocupadas na ordem dos mais votados. Outros 18% preferem a lista fechada, em que o eleitor vota no partido, que estabelece, antes das eleições, uma lista em que a ordem dos candidatos que ocuparão as cadeiras na Câmara/Assembleia já está definida. Outros 9% são indiferentes e 23% não sabem responder ou preferem não responder. (Fonte: Boletim Giro Ibope)

Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: