Notícias

06/02/2014 - Levantamento da USP aponta elevao do ndice de Confiana dos Produtores Rurais

06/02/2014
A expectativa de preços melhores para os diversos produtos pesquisados e maior investimento em insumos ajudou a elevar em 4% a confiança dos produtores rurais brasileiros. Este é um dos sinais apontados pela rodada de janeiro do Índice de Confiança dos Produtores Rurais Brasileiros (ICPRural), levantamento feito pelo Programa de Pesquisa em Agronegócio da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da USP (AgroFEA). O índice subiu de 89,8 pontos em outubro de 2013 para 93 pontos janeiro de 2014. Já o Índice de Confiança dos Produtores de Soja (ICPSoja) se manteve inalterado.

No ICPRural de janeiro o sub-índice Insumos registrou alta de 9% em relação à rodada anterior. Já no ICPSoja esse aumento foi de 19%. De acordo com o Prof. Dr. Roberto Fava Scare, coordenador do AgroFEA, a elevação deste sub-índice é reflexo do aumento no investimento em fertilizantes, defensivos e demais insumos principalmente no controle de pragas, como a lagarta, que culminou em maior investimento em defensivos agrícolas.

ICPRural

O índice fechou a rodada de janeiro com um aumento de 4% em relação a outubro de 2013 e atingiu 93 pontos. Com isso, o ICP Rural segue abaixo do nível de confiança, embora apresentando o maior valor registrado nas últimas duas rodadas.

O sub-índice ‘equipamentos’ foi o único a registrar queda em janeiro, passando de 72,55 para 68,2 (6% menor). Os outros sub-índices - preço, insumos, e condições atuais - tiveram respectivamente 8%, 9% e 1% de elevação. Para o coordenador, a principal justificativa para a queda registrada no sub-índice ‘equipamentos’ foi a de que os produtores já haviam feito a aquisição de novos equipamentos no ano passado.

O ICPSoja fechou a rodada estável em relação a outubro de 2013, marcando 114,3 pontos. Esse resultado expressa otimismo do sojicultor para a safra 2014. O sub-índice ‘insumos’, com aumento de 19%, foi o que mais contribuiu para a ascensão do índice de soja. Os sub-índices ‘equipamentos e condições atuais’ apresentaram redução, ambos com queda de 8%. O sub-índice ‘preço’ obteve redução menos expressiva: 5%. Com exceção do sub-índice ‘equipamentos’, todos os outros indicadores permaneceram acima do nível de confiança.

“Estes dados mostram que as condições da safra de soja este ano estão satisfatórias. Embora não haja grandes expectativas de elevação nos preços, o emprego de uma maior quantidade de insumos na lavoura tende a elevar a produtividade. Desta forma, a expectativa de lucro dos produtores segue a tendência da safra de 2013”, conclui Fava Scare.
 
Metodologia

A medição dos índices, realizada desde 2010 e assumida pela AgroFEA em outubro 2013, é composta por sub-índices que abordam quatro tópicos: intenção de compra de insumos, intenção de compra de equipamentos e implementos, avaliação sobre preço do produto cultivado e percepções sobre condições atuais do negócio. Os dados são apurados em entrevistas telefônicas com base em uma amostra representativa de produtores de soja, milho, cana, café, arroz, citros e algodão em 16 estados brasileiros.

A coleta é realizada entre o primeiro e o último dia útil de cada trimestre e a divulgação é trimestral. A metodologia foi criada pela empresa Uni.Business Estratégia que realizou o levantamento de 2010 até abril de 2013. A divulgação conta com a parceria do Canal Rural e tem apoio da Universidade de São Paulo por meio do programa Aprender com Cultura e Extensão. (Fonte: Assessoria de Comunicação FEA-RP/USP)

Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: