Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

07/02/2014 - Cocamar aposta em gesto profissional

07/02/2014
Uma das mais importantes cooperativas agropecuárias do país, a Cocamar, com sede em Maringá (PR), promoveu alterações em sua estrutura de gestão e implementou práticas de governança corporativa. As mudanças, que vinham sendo debatidas pelos cooperados desde o ano passado, foram oficializadas em assembleia realizada ontem. Conforme Luiz Lourenço, presidente da Cocamar, o objetivo é tentar resolver "um problema" do cooperativismo brasileiro, calcado em "líderes carismáticos". "Tomamos a decisão de mudar a estrutura administrativa para permitir que as sucessões sejam tranquilas, sem solavancos e ou disputas de poder", afirmou ele, à frente da Cocamar há 23 anos.

Para despersonalizar a gestão, a opção foi criar uma diretoria executiva, que ficará subordinada a um conselho de administração. Lourenço passará a presidir esse conselho, que será formado por 15 membros com mandato de quatro anos. Já a diretoria executiva, formada por profissionais contratados, terá à frente o atual vice-presidente José Fernandes Jardim Júnior. A seu lado estarão dois vice-presidentes: Divanir Higino da Silva, atual diretor-secretário, e José Cícero Aderaldo, que hoje responde pela superintendência de negócios. A ideia é que esses executivos fiquem responsáveis pelo dia a dia da administração, deixando o conselho dedicado a questões políticas e estratégicas. "Com o nível de complexidade do mercado hoje, não dá mais para que um cooperado assuma a direção da cooperativa. Precisamos de 'experts'", disse Lourenço.

Ele afirmou que não há a pretensão de fazer da Cocamar uma S/A, a exemplo do que fez a cooperativa mineira Itambé no fim de 2012. Fundada há 51 anos, a Cocamar conta com 12 mil associados e prevê faturar R$ 2,9 bilhões este ano, quase 10% mais que em 2013. O investimento prioritário em 2014 é na modernização da armazenagem: estão sendo aplicados R$ 200 milhões para ampliar em 150 mil toneladas a capacidade de estocagem, para 1,2 milhão de toneladas, além de melhorias na descarga de caminhões e nas estruturas de secagem de grãos. Nos cálculos da Ocepar, organização que representa as cooperativas do Paraná, há 22 dessas instituições no Estado com faturamento anual superior a R$ 1 bilhão e o crescimento médio na última década foi de 12,5% ao ano. "Isso mostra que são grandes empresas, e aprimorar a gestão é uma condição necessária", afirmou João Paulo Koslovski, presidente da entidade. Para ele, a mudança promovida pela Cocamar deve se tornar uma tendência. "Podem surgir outros modelos de sucesso, mas o importante é não perder a identidade da cooperativa", concluiu Koslovski. (Fonte: Valor Econômico)
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: