Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

07/03/2014 - Agricultura empresarial financia R$ 2,79 bi em armazenagem

07/03/2014
Os financiamentos concedidos pelo governo federal para a construção e reforma de armazéns por produtores e cooperativas somaram R$ 2,79 bilhões entre julho do ano passado e janeiro deste ano. O valor representa 62% dos R$ 4,5 bilhões em crédito disponibilizados para a agricultura empresarial durante a safra 2013/14. Pelo “Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA)”, foram contratados R$ 2,18 bilhões dos R$ 3,5 bilhões disponíveis. Já pelo “Programa de Sustentação de Investimento (PSI-BK)” voltado para cerealistas, os empréstimos totalizaram R$ 611 milhões de R$ 1 bilhão destinados para esta modalidade.

Apesar do volume expressivo de empréstimos já garantidos, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller, garante que não faltarão recursos para os produtores interessados nessas operações. “Um exemplo é a linha de crédito do PSI-BK, que disponibilizou R$ 7 bilhões durante a safra atual, mas já passou em mais de 32% do valor inicialmente programado. Isso porque o governo federal deixou claro que continuará concedendo empréstimos aos produtores com taxas de juros baixos mesmo que os limites das modalidades de crédito sejam atingidos”, explicou.

Além dos R$ 4,5 bilhões para a agricultura empresarial, ainda foram reservados mais R$ 500 milhões ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A avaliação atualizada mensalmente das contratações do crédito agrícola é realizada pelo “Grupo de Acompanhamento do Crédito Rural”, coordenado pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: