Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

07/03/2014 - Um quarto dos brasileiros frequenta ou j frequentou curso profissionalizante

07/03/2014
Um a cada quatro brasileiros (25%) já frequentou ou está frequentando um curso profissional e nove em cada dez estudantes concluem o curso. É o que mostra a pesquisa “Retratos da Sociedade Brasileira – Educação Profissional”, realizada pelo Ibope a pedido da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A principal razão que leva o brasileiro a fazer um curso profissional é ingressar mais cedo no mercado de trabalho, citado por 53% dos entrevistados. As maiores dificuldades são a falta de tempo e de recursos financeiros.

Segundo o levantamento, 61% dos entrevistados que frequentaram a educação profissional atuam ou já atuaram na área do curso e 35% continuam trabalhando na área em que fez o curso. Grande parte dos brasileiros (69%) considera os cursos de educação profissional no Brasil como ótimo ou bom. O nível dos professores é o item melhor avaliado: nota média de 8,7 (a pontuação máxima era 10). A população reconhece a importância da educação profissional para se obter uma boa posição no mercado de trabalho e, consequentemente, salários mais altos.

Para 90% dos brasileiros, quem faz curso de educação profissional tem mais oportunidades no mercado de trabalho do que os que não fazem nenhum curso; 82% concordam que as pessoas que têm um certificado de qualificação profissional têm salários maiores do que aquelas que não têm, e 74% consideram que o aluno de um curso profissional é bem ou razoavelmente preparado para o mercado de trabalho. No entanto, apenas 16% da população brasileira com mais de 16 anos está estudando atualmente. Segundo a pesquisa, a população acredita que a política educacional brasileira não deve tratar a educação profissional de forma isolada, mas integrada à educação regular.

De acordo com os dados do Ibope, 93% concordam que o governo precisa oferecer mais cursos de ensino médio que também ensinem uma profissão, 83% acham que a educação profissional deve ser feita de forma complementar à educação regular e 67% dizem que o governo está mais preocupado com a expansão da oferta de cursos profissionais do que com a expansão da oferta e da qualidade da educação básica. Para a pesquisa, o Ibope realizou 2002 entrevistas em 143 municípios entre 8 a 11 de março de 2013. (Fonte: Assessoria de Imprensa do Ibope)
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: