Notcias

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

2018 2017 2016 2015 2014 2013

Últimas notícias

Buscar

Notícias

115 crianas so levadas ao cinema pela Unimed Goinia

15/12/2014
A Unimed Goiânia levou 115 crianças da Creche Coruja, mantida por seu Programa de Responsabilidade Social, ao cinema Lumière para assistir A Lenda de Oz, no início do mês. As crianças, entre 2 e 6 anos, foram transportadas em três ônibus, acompanhadas por 15 professores. 

A empolgação começou durante a viagem e continuou na chegada ao Shopping Bougainville, onde tiraram fotografias com um grande boneco do Papai Noel. Na entrada do cinema, foram distribuídos sacos de pipoca e suco. Ao sentarem-se em seus lugares na sala, era possível observar a expectativa estampada em seus rostos.

Muitas nunca haviam assistido a uma sessão de cinema antes, por isso, a surpresa de ver um desenho animado em uma tela tão grande as deixou encantadas com a experiência. Alguns assustaram-se quando as luzes se apagaram e foram imediatamente tranquilizadas pelas professoras. 
 
Expectativa
A animação, dirigida por Will Finn e Dan St. Pierre, mostra que, ao acordar em Kansas após o tornado, Dorothy e Totó voltam para Oz em um arco-íris mágico enviado por seus amigos, o Espantalho, o Leão e o Homem de Lata. O tempo em Oz passa muito mais rápido do que em Kansas e Dorothy descobre que o Bufão – o irmão malvado da Bruxa Má do Oeste – está conquistando Oz, aos poucos, sequestrando seus líderes e deixando um rastro de escuridão por todo lugar. Nem mesmo Glinda consegue combater os poderes maléficos do Bufão, o que faz de Dorothy a única esperança.
 
"Achei extremamente importante e louvável a iniciativa, porque está totalmente de acordo com nosso projeto de formação das crianças e contribui muito no aprendizado delas. Foi a primeira vez que a maioria dessas crianças pisou em um shopping e teve contato com uma sessão de cinema. O passeio foi muito bem organizado e isso chamou a atenção de todos. Nunca andamos em ônibus tão confortáveis, limpos e equipados como aqueles. Fomos todos tratados com muito respeito e consideração", afirma a diretora, Sayonara Souza Sampaio.

Falta de salas
A ação de Responsabilidade Social da Unimed Goiânia expõe os problemas relacionados à exclusão cultural e à diminuição de salas de cinema no País.

O cinema nasceu como uma diversão popular. Desde os primeiros locais de exibição até as grandes salas que dominaram a arquitetura urbana por várias décadas no século passado, o espaço do cinema se consolidou como atividade de preços acessíveis e próxima do espectador.

O Brasil já teve um parque exibidor vigoroso e descentralizado: quase 3,3 mil salas em 1975, uma para cada 30 mil habitantes, 80% em cidades do interior. Desde então, o País mudou. Quase 120 milhões de pessoas a mais passaram a viver nas cidades. A urbanização acelerada, a falta de investimentos em infraestrutura urbana, a baixa capitalização das empresas exibidoras, as mudanças tecnológicas, entre outros fatores, alteraram a geografia do cinema. Em 1997, chegamos a pouco mais de 1.000 salas.

Com a expansão dos shopping centers, a atividade de exibição se reorganizou. O número de cinemas duplicou, até chegar às atuais 2,2 mil salas. Esse crescimento, porém, além de insuficiente (o Brasil é apenas o 60º país na relação habitantes por sala), ocorreu de forma concentrada. Foram privilegiadas as áreas de renda mais alta das grandes cidades. 
 
"Enxergamos a cultura como um direito e ações como o Cine Kids são desenvolvidas para fortalecer nosso compromisso com a cidadania e nossa Política de Responsabilidade Social. Além disso, apenas o sorriso dessas crianças já seria motivo mais do que suficiente para a iniciativa", garante o diretor de Mercado, Sérgio Baiocchi Carneiro. (Fonte: Unimed Goiânia e Ancine)

Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: