Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

30/10/2012 - Banco Central anuncia criao do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crdito

30/10/2012

Com fundo garantidor próprio, investimentos de cooperados serão mais resguardados. (Foto: Gilmar Luís/JC)

O presidente do Banco Central do Brasil (BC), Alexandre Tombini, anunciou ontem (29) a criação do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop). Tombini anunciou a criação do FGCoop durante sua fala na abertura do IV Fórum BC de Inclusão Financeira, evento que está sendo realizado em Porto Alegre (RS) pelo BC e Sebrae, com apoio da OCB e outras entidades. Atualmente, as cooperativas captam recursos de investidores, como fazem os bancos comerciais, mas só possuem garantias para depósitos de até R$ 70 mil. Segundo o presidente do BC, com o FGCoop, os cooperados estarão resguardados de forma sistêmica. “O objetivo é garantir os depósitos em cooperativas de crédito, além de, em um segundo momento, apoiar operações de assistência e suporte financeiro. Esse fundo será de abrangência nacional, independente e contará com a participação de todas as cooperativas de crédito que captam depósitos, além dos bancos cooperativos”, disse Alexandre Tombini. O Conselho Monetário Nacional divulgou hoje a Resolução Normativa nº 4.150, que trata do FGCoop. Pelo texto, os critério de formação e uso do fundo serão definidos pelo próprio estatuto do fundo, criado por cooperativas centrais representativas de todo o sistema cooperativista de crédito brasileiro. Ao aderir ao novo fundo, as cooperativas são automaticamente desfiliadas do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). O presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, destacou a construção conjunta para criação do FGCoop. “Foi um processo que contou com a participação do Banco Central, do Conselho Consultivo de Crédito e de todas as cooperativas do Sistema. Isso dá ainda mais força para o fundo, que terá um papel fundamental para vencermos a barreira dos 2% no Sistema Financeiro Nacional, levando o acesso aos serviços e produtos financeiros a um número ainda maior de pessoas”, disse o dirigente. Durante o seu pronunciamento, Tombini também falou sobre a importância do setor para o crescimento do país. Segundo ele, as cooperativas são instrumento essencial ao processo de inclusão financeira e de geração de emprego e renda. Ele elogiou todas as cooperativas brasileiras, representadas no evento pelo presidente do Sistema OCB. “Em junho de 2012, o setor atingiu a marca dos 6 milhões de associados, com mais de 4,8 mil pontos de atendimento e um volume de operações de R$ 40 bilhões, correspondendo a um incremento de 40% em relação a dezembro de 2010. Em dez anos, o crescimento foi de mais de 600%”, destacou Tombini. O presidente do BC ressaltou ainda marcos determinantes à evolução do cooperativismo de crédito no Brasil. São eles a adoção dos princípios de boa governança; a sanção da Lei Complementar 130/2009, que instituiu o Sistema Nacional de Crédito Cooperativo; a criação de novos tipos de cooperativas de crédito, como as de livre admissão, bem como da Confederação Nacional de Auditoria Cooperativa (CNAC), dentre outros pontos. Tombini também anunciou o lançamento de uma moeda comemorativa ao Ano Internacional das Cooperativas de Crédito. “Essa é uma mostra da importância das cooperativas para o desenvolvimento socioeconômico dos cooperados e das comunidades onde atuam. Nesse sentido, ao final do dia de hoje o Banco Central promove o lançamento da moeda comemorativa alusiva ao Ano Internacional das Cooperativas, celebrando, por oportuno, o desenvolvimento e o crescimento do segmento nos últimos anos”, enfatizou. (Com informações do Informe OCB e Assessoria de Imprensa do BC)
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: