Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

Agricultura familiar alimentar o planeta

18/05/2015
agricultura-familiar-141361515.jpeg

A agricultura familiar, que produz 70% dos alimentos no mundo, é um tipo de exploração agrícola que permitirá garantir a alimentação do planeta, declarou o presidente do Fórum Rural Mundial (FRM), Auxtin Ortiz. O fórum reuniu semana passada, em Dacar, 700 delegados de 80 países de todo o mundo para falar sobre o acesso equitativo à terra e de questões relacionadas à agricultura familiar, cuja produção é destinada tanto à subsistência como à comercialização.

O fórum discute questões como viabilidade socioeconômica e acesso à terra. Considera que a agricultura familiar produz, hoje, 70% dos alimentos consumidos no planeta, com liderança em produtos in natura como frutas e verduras e participação expressiva no cultivo de commodities como soja, milho, trigo e carnes - produtos amplamente negociados no mercado global.

“A agricultura familiar é o caminho para garantir a alimentação do planeta. Não é um grande investimento, que carece de sustentabilidade”, comentou. O líder do Fórum Rural Mundial lamenta que alguns agentes optem por políticas de concentração de terras destinadas a grandes explorações.

“O caminho é promover e potencializar a agricultura familiar. O grande investimento só estará na agricultura enquanto for rentável e os preços forem bons para garantir uma margem de lucro, senão os grandes investidores deixarão de produzir, por isso este tipo de agricultura não é sustentável do ponto de vista social nem ambiental. Não alimenta o planeta de forma duradoura”, explicou.

Ortiz não acredita que seja possível uma boa convivência entre a agricultura rural e o grande investimento, a não ser que ambos cheguem a uma relação “ganha-ganha”. “As relações de poder entre agricultores familiares e grandes investidores são muito díspares” e, em geral, “uma das duas partes fará o que a outra desejar”, afirmou.

Fonte: EFE e BeefPoint (texto) / MDA (foto)

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: