Notícias

Banco do Brasil vai oferecer R$ 9,9 bi para safra 2016/2017 em Gois

05/07/2016
dsc0041-7418315.JPG

 

O Banco do Brasil vai oferecer, em Goiás, R$ 9,9 bilhões em crédito para produtores rurais e cooperativas, durante a safra 2016/2017. Este valor é 12,5% superior aos recursos emprestados no Estado, no ano anterior. Do total, o maior montante vai para a agricultura empresarial (R$ 7,9 bi), seguido dos médios produtores (R$ 1,39 bi). Para a agricultura familiar, serão destinados R$ 610 milhões na próxima safra. 

Outra novidade anunciada em Goiás pelo Banco do Brasil foi o lançamento de seguro agrícola e faturamento, ou seja, que garante a cobertura não apenas das possíveis perdas de safra, como também a renda para que o produtor possa continuar na atividade. O anúncio de todas essas informações foi feito nesta terça-feira (5), na Superintendência Regional do BB, com a presença de diversas autoridades, entre elas, o presidente do Sistema OCB/SESCOOP-GO, Joaquim Guilherme Barbosa de Souza. 

O evento foi realizado simultaneamente ao lançamento nacional do Plano Safra 2016/2017 do BB. Para todo o País, serão destinados R$ 101 bilhões, dos quais R$ 91 bilhões serão para crédito rural (produtores e cooperativas) e R$ 10 bilhões para empresas do agronegócio.

Na ocasião do evento regional, Joaquim Guilherme, que também é presidente da Cooperativa Mista dos Produtores de Leite de Morrinhos (Complem), assinou um termo de parceria com o Banco do Brasil para se tornar a primeira cooperativa de Goiás a funcionar como correspondente bancário dessa instituição financeira, na contratação de créditos para agricultura familar.

Para Joaquim Guilherme, além dos recursos anunciados pelo banco para a próxima safra, o lançamento de um novo produto na área de seguro agrícola, que garante a renda do produtor, é um avanço para o setor. A criação de seguro rural que seja viável à atual situação do produtor é uma bandeira antiga que vem sendo defendida junto ao governo federal. 

"Ficamos muito feliz também com a nossa parceria com o Banco. Trabalhamos com mais de 5 mil produtores, muitos que já têm porta abertas com o banco. Mas há muitos que ainda são acanhados, que deixam de visitar o banco por não terem a facilidade de comunicação e de buscar os recursos. Então, vamos encurtar essa distância, para que o produtor tenha o seu crédito facilado e agilizado. Todos vão ganhar com isso", destacou.

Além do presidente da OCB/SESCOOP-GO, participaram do evento, o superintendente de Agricultura do Estado, Antônio Flávio de Lima; o vice-presidente da Faeg, Eurípedes Bassamurfo da Costa, Pedro Antonio Arraes Pereira; o superintendente do Banco do Brasil, Raimundo Peres, dentre outros.


Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: