Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Bordana celebra parceria com Sicoob Juriscredcelg

08/01/2021
4-bordana-101461212.jpg


As cooperativas goianas Bordana e Sicoob Juriscredcelg assinaram na tarde desta quarta-feira (6) um acordo de intercooperação. A cooperativa de crédito irá apoiar a Bordana mensalmente com 10 mil reais. A parceria foi possível graças ao projeto Aprimoora, realizado pelo Sistema OCB/GO. Foi por meio dele que as duas cooperativas entraram em contato e estreitaram o relacionamento.

A assinatura do convênio foi realizada na sede do Sicoob Juriscredcelg, em Goiânia, e contou com a presença dos presidentes das duas cooperativas, Domingos Portilho, do Sicoob Juriscredcelg e Celma Grace Oliveira, presidente da Bordana.

Para Celma, a assinatura desse acordo representa um exemplo do que a intercooperação é capaz de fazer. “Para nós é um momento muito importante, parceria que temos certeza que vai alavancar nosso trabalho, que já realizamos. Mas com esse apoio vamos construir novos projetos, incluir novas pessoas na cooperativa e melhorar a remuneração das atuais cooperadas. A intercooperação é algo que nós da Bordana colocamos como importante principalmente as grandes apoiando as pequenas, isso vai fortalecer o cooperativismo", opina.

Sobre o Aprimoora, Celma conta que a cooperativa já recebeu a visita de analistas do Sistema OCB/GO, feito um diagnóstico das demandas e gargalos da cooperativa. “A partir daí foi realizado um relatório e houve a ideia de buscar a intercooperação com uma cooperativa maior”, conta.

A Bordana também está desenvolvendo um projeto social em parceria com o Ministério Público do Trabalho para formar 15 mulheres refugiadas na técnica do bordado manual. “Aquelas que tiverem o perfil de se tornarem cooperadas poderão se associar a Bordana após o processo de formação”, explica.

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: