Notcias

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

2018 2017 2016 2015 2014 2013

Últimas notícias

Buscar

Notícias

Brasil: cada vez mais cooperativista

02/04/2018

“Como bons cooperativistas, sabemos que é preciso arregaçar as mangas e abrir caminhos, criando novos empregos, novas formas de ganhar dinheiro, gerar renda e novas oportunidades para nossas cooperativas. Ninguém fará isso por nós, tampouco resolverá nossos problemas melhor do que nós mesmos.”

A frase acima foi dita pelo presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, durante a assembleia geral ordinária da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), ocorrida nesta quarta-feira (28/3), na Casa do Cooperativismo, em Brasília. O evento contou com a participação de praticamente todas as 27 organizações estaduais que aprovaram a prestação de contas da entidade e o plano de trabalho para 2018.


Durante seu pronunciamento, Márcio Freitas fez questão de ressaltar que, mais do que falar da crise, é fundamental falar de protagonismo. Por isso, destacou que 2017 foi o momento de manter a contribuição do cooperativismo com o mercado e economia do país e, reforçou a importância das conquistas regulatórias que asseguram mais estabilidade ao ambiente das cooperativas.

A liderança também ressaltou o trabalho persistente, baseado na confiança entre as pessoas, e que mostra que o cooperativismo, um movimento de mais de 13 milhões de cooperados, se preocupa com cada um deles, individualmente. “O negócio cooperativo é um jeito de trabalhar diferenciado e é isso que torna as cooperativas empresas únicas, distintas de centenas de milhares de estabelecimentos focados no lucro pelo lucro e não no lucro pelas pessoas, como se o ter fosse mais importante que o ser. E é exatamente esse jeito diferente de gerar resultados, cuidando das pessoas e preservando os recursos naturais, que precisa ser reconhecido pela sociedade”, argumenta.

PLP 100/2011
O tom político cedeu lugar à comemoração, quando o superintendente do Sistema OCB, Renato Nobile, passou à apresentação dos principais resultados obtidos em 2017. “Como todos os setores econômicos, o cooperativismo também sentiu os efeitos da crise, mas de uma maneira bem mais suave. Por isso, é tão importante elencar os pontos positivos do ano que passou”, comenta o superintendente, exemplificando:

“Conseguimos aprovar o PLP 100/11 no Congresso Nacional. O resultado disso é que com a nova lei, os municípios que tenham disponibilidade de caixa poderão depositar seus recursos nas cooperativas de crédito. Este foi um grande avanço, pois, assim, as cooperativas de crédito poderão aumentar em mais de R$ 1 bi, a captação de depósitos”, considerou.

AQUISIÇÃO ALIMENTOS
Em 2017, outro projeto que virou lei foi a regulamentação do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O governo federal propôs um corte de 98,7% nos recursos do programa, o que iria prejudicar milhões de produtores de todo o país. Após forte mobilização da OCB e de outras entidades do setor rural, o Congresso Nacional aprovou a regulamentação. Com isso, orçamento do programa saiu dos R$ 4 milhões, inicialmente propostos pelo Poder Executivo, para R$ 375,9 milhões. 

OUTROS DESTAQUES
Sempre atenta às novas oportunidades, a OCB percebeu a importância da entrada das cooperativas no mercado de geração distribuída de energia elétrica e, após intenso trabalho, o governo voltou atrás e, atualmente, existem 51 cooperativas brasileiras gerando a própria energia. Juntas, elas economizam cerca de R$ 7 milhões por ano em suas contas de luz.

A OCB também lançou as Diretrizes Estratégicas do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo; realizou o módulo prático do programa Conhecer para Cooperar – Ramo Saúde e, ainda, a quarta edição do Encontro Brasileiro de Pesquisadores em Cooperativismo.

A versão completa do relatório de gestão da OCB, contendo o resultado de todas as ações realizadas ao longo de 2017 estará disponível nos próximos dias e será encaminhado às Unidades Estaduais da OCB que, por sua vez, farão a remessa às cooperativas registradas. (clique aqui para assistir ao vídeo com os principais destaques) 

2018
Dentre as ações e projetos para este ano estão:
- Realização da Rodada de Negócios de Intercooperação;
- Atualização do Catálogo Brasileiro de Cooperativas Exportadoras;
- Realização de intercâmbio entre cooperativas;
- Lançamento da 12ª edição da Agenda Institucional do Cooperativismo;
- Execução do Projeto Eleições 2018 (preparação do perfil parlamentar, edição da Cartilha de Eleições e atualização do documento Propostas do Cooperativismo à Presidência da República;
- Realização de encontros nacionais para os ramos;
- Preparação para o 14º Congresso Brasileiro do Cooperativismo, incluindo pesquisa nacional e realização de eventos regionais;
- Realização do Prêmio SomosCoop – melhores do ano;
- Realização de uma pesquisa de imagem e reputação institucional;
- Realização do Diagnóstico do Ramo Infraestrutura;
- Realização do segundo Seminário Nacional de Direito Cooperativo.

DEPOIMENTOS   

JUDICIÁRIO – “Gostaria de parabenizar a OCB pelo resultado da interação com o poder público e de destacar, ainda, o trabalho desenvolvido em relação ao acompanhamento das ações que envolvem o cooperativismo junto ao Judiciário ao longo de 2017.” José Roberto Ricken, presidente do Sistema Ocepar e diretor da região Sul na diretoria da OCB.

INSPIRAÇÃO – “Gostaria de parabenizar a OCB pela condução de suas atividades. Na condição de diretores, nem sempre estamos completamente imersos na rotina da entidade, mas o que percebemos na unidade estadual é que esse trabalho nos aponta um norte, um belo caminho de apoio às cooperativas. Vocês nos inspiram!” Edivaldo Del Grande, presidente do Sistema Ocesp e diretor da região Sudeste na diretoria da OCB.

INTERNACIONAL – “Aproveitando o nosso plano de trabalho para 2018, penso que devemos aprofundar mais sobre o sindicalismo patronal brasileiro. Certamente é um grande desafio para a CNCoop e para as federações que envolve o braço sindical do nosso movimento. No mais, a OCB está de parabéns.” Onofre Cezário, presidente do Sistema OCB/MT, diretor da região Centro-Oeste na diretoria da OCB e representante do Brasil no board da Aliança Cooperativa Internacional.

AUSTERIDADE – “Como vimos nas demonstrações contábeis, tivemos muitos resultados em 2017 com uma despesa menor em relação ao ano anterior. Isso é austeridade! Por isso gostaria de parabenizar as equipes da OCB. Também destaco a satisfação de ver que tudo o que discutimos nas reuniões da diretoria, de fato, são colocadas em prática, como esta questão da austeridade.” João Nicédio Alves Nogueira, presidente do Sistema OCB/CE, diretor da região Nordeste na Diretoria da OCB.COOPERAÇÃO – “Quero agradecer à OCB que, mesmo diante de todas as suas atividades, nos apoiou na celebração de uma cooperação com a Embrapa Cerrados. O resultado disso foi a realização de um diagnóstico técnico de produção em todas as fazendas de soja de Roraima. Isso vai nos ajudar a trabalhar a nossa produtividade, fazendo a nossa parte por uma economia mais forte, tanto no estado quanto no Brasil.” Sílvio Silvestre de Carvalho, presidente do Sistema OCB/RR.

Fonte: Somos Cooperativismo

Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: