Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

Brasil quer produzir 3 milhes de toneladas anuais de pescado at 2020

03/07/2015
pescado-81781917.jpg


O Ministério da Pesca e Aquicultura estabeleceu uma meta de crescimento anual de 20% na produção de pescado para que o Brasil alcance, até 2020, 3 milhões de toneladas produzidas, na pesca de captura e na aquicultura. “A meta é sair de 760 mil toneladas para 1 milhão de toneladas na área da captura e de 600 mil a 700 mil toneladas para 2 milhões de toneladas na aquicultura”, disse o ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho.

De acordo com ele, se o plano se concretizar, o Brasil ficará entre os cinco maiores ofertantes de proteína de pescado do mundo, se tornará autossuficiente na produção e conseguirá diminuir o preço do pescado no mercado interno. Atualmente, o país importa mais de 400 toneladas de pescado por ano.

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (1/7), Barbalho falou sobre o Plano Safra da Pesca e Aquicultura 2015/2016, que pretende ofertar R$ 2 bilhões em recursos com linhas de crédito especiais para estimular o crescimento do setor.

O objetivo, segundo o ministro, é atender desde o pescador artesanal até a indústria do pescado, incentivando a iniciativa privada, como a fabricação de ração e os frigoríficos. “Queremos estimular [o mercado] para que haja esse encontro de interesses, que este plano safra não apenas ajude o Brasil a se desenvolver, mas que também contribua para a inclusão social, porque são pessoas que estão envolvidas e é para elas que temos que ter um olhar atento”, declarou.

Segundo Barbalho, a população brasileira também precisa entender a qualidade e os benefícios do consumo da proteína do pescado, para aumentar a demanda de consumo. De acordo com o ministério, são consumidos, em média, 10,6 kg de pescado por ano por pessoa, sendo que a tendência mundial é 19 kg. “Países com uma cultura gastronômica de consumo de pescado consomem mais, Portugal consome 57 kg por pessoa por ano”, afirmou o ministro.

Agência Brasil

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: