Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Caminhoneiros iniciam paralisação em Goiás, mas dispersam

09/11/2015
caminhoneiro-paralisacao-divulgacao-prf-726211.jpg

 

Entre dez e quinze caminhoneiros se reuniram nesta manhã de segunda-feira (9), no quilômetro 516 da BR-153, em Goiás, para iniciar uma paralisação de protesto. Entretanto, após três horas no local (em frente ao Posto Aparecidão), o grupo se dispersou e não há mais movimentação de manifestantes naquele ponto ou em qualquer outro do estado de Goiás.

Os motoristas reivindicavam o aumento do preço do frete, a diminuição do valor do óleo diesel e a melhoria de condições das estradas, além de questões políticas, como a saída da Presidente da República. A previsão é de que haja diversas manifestações em bloqueios, em vários pontos das rodovias por todo o País. Já foram registrados atos em Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O grupo de caminhoneiros que participa das manifestações foi convocado pelo Comando Nacional do Transporte. Os manifestantes são autônomos, declaram-se independente de sindicatos e se organizam principalmente via rede sociais.

O movimento não tem adesão total dos caminhoneiros. A Confederação Nacional dos Transportes Autônomos afirmou, em nota, que não concorda com a mobilização, já que a pauta não tem relação com os problemas específicos da categoria. A União Nacional dos Caminhoneiros também informou que discorda dos bloqueios.

Fonte: O Popular e G1 (texto) / PRF (foto)

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: