Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

China vai enviar misso ao Brasil para habilitar novos frigorficos

15/06/2015
carne-corte-17131264.jpeg


A China enviará uma missão técnica ao Brasil no fim deste mês para inspecionar e habilitar novas unidades industriais de frangos, suínos e bovinos à exportação, informou o vice-presidente de Aves da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin, em entrevista por telefone, de Pequim.

A expedição foi confirmada na semana passada em reunião entre o dirigente brasileiro e representantes da Secretaria Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena da China.

Segundo Santin, o governo chinês ainda não confirmou quantas unidades devem ser credenciadas em junho. “Isso é algo que ainda está em negociação entre o adido agrícola do Brasil (naquele país), a embaixada e os órgãos chineses”, disse. A data da expedição sanitária também não foi divulgada. “Eles ainda estão se preparando para a viagem”, explicou.

Em maio, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, havia informado que a China se comprometeu a liberar 17 unidades ainda este mês. Hoje, o Brasil tem permissão para vender carne àquele país a partir de 29 indústrias de aves, 8 de bovinos e 6 de suínos, sendo que 5 das unidades de processamento de carne frango foram autorizadas no ano passado.

Em sua passagem por Xangai e Pequim na semana passada, o representante da ABPA também se reuniu com associações de produtores e consumidores chineses e participou da FMA China 2015, uma das principais feiras de alimentos do país. Santin definiu os encontros como “de importância política” e afirmou que os objetivos foram buscar a habilitação de mais unidades, criar canais de comunicação efetivos com entidades e órgãos chineses e garantir a qualidade dos produtos brasileiros. A expedição foi realizada em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec).

Taiwan
De Pequim, Santin parte para Taiwan para mais rodadas de negociações, desta vez para tentar abrir aquele mercado à carne de frango brasileira. Na viagem, o dirigente da ABPA irá se encontrar com a diretora do Serviço de Vigilância Sanitária e Quarentena Animal e Vegetal de Taiwan, Chang Su-San.

“Trata-se de mais um passo nas negociações. Não quer dizer que sairemos de Taiwan com o mercado aberto”, pondera Santin. No entanto, ele afirma que o Brasil já encaminhou os questionários solicitados pelo país e aguarda uma decisão política. “O ministro-conselheiro responsável pelo escritório brasileiro nos adiantou que o cenário é bem positivo para a abertura”, diz.

Fonte: Agência Estado

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: