Notícias

Clima ainda atrapalha arroz e feijo, avalia Conab

21/01/2016

Os efeitos do El Niño geram excesso de chuva para algumas regiões e escassez para outras. Com isso, as lavouras de arroz e feijão também têm sido afetadas negativamente, além da soja, avalia a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A área de plantio com arroz deve encolher 6,6% na safra 2015/2016, para 2,14 milhões de hectares. Há atraso na instalação das lavouras, nos principais estados produtores, diante da situação climática adversa, informam os técnicos da estatal.

O maior rizicultor do país, Rio Grande do Sul, chegou a receber representantes do Ministério da Agricultura para negociar a redução dos danos trazidos pela chuva. Só o Rio Uruguai já apresentou seis enchentes durante os períodos de preparo e semeadura, informa a Conab. Em consequência, a produção de arroz desta temporada deve diminuir 6,5%, para cerca de 11,63 milhões de toneladas, ante as 12,44 milhões de toneladas obtidas no período anterior.

O cultivo da primeira safra de feijão da temporada 2015/ 2016 foi praticamente concluído, com significativo atraso em virtude das adversidades climáticas. O grão deve apresentar uma redução de 0,9% na área plantada, mas um aumento médio de 7,1% na colheita.

No caso do algodão, a produção da fibra deve alcançar 1,50 milhão de toneladas, o que significa uma retração de 4% quando comparada ao volume do ciclo anterior. Neste caso, o dólar alto pesou muito sobre o preço dos insumos, que representam, aproximadamente, 55% do custo total. Esse saldo traz pouca remuneração ao cotonicultor, diz a Conab.

 

Fonte: Jornal DCI

Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: