Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

Com taxa de 6,8%, desemprego cai em um ano e fica estvel no 3 trimestre

09/12/2014
O desemprego no Brasil atingiu 6,8% no 3º trimestre de 2014 (julho a setembro). Isso representa estabilidade em relação ao 2º trimestre (6,8%) e uma pequena queda na comparação com o mesmo período do ano passado (6,9%). 

O dado foi divulgado pelo IBGE nesta terça-feira, 9. A Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) é a análise trimestral de desemprego. Ela leva em conta dados de 211.344 domicílios particulares permanentes distribuídos em cerca de 3.500 municípios.

Jovens
Segundo o IBGE, a taxa de desocupação dos jovens entre 18 e 24 anos ficou em 15,3%, apresentando grande diferença em relação ao nível médio total. Isso foi verificado em todas as regiões, variando de 10,2% no Sul a 19,1% no Nordeste. 

A taxa de desemprego entre as mulheres é de 8,2%, maior do que a dos homens (5,7%). 

Domésticos
No 3º trimestre deste ano, 32% dos trabalhadores domésticos tinham carteira assinada, crescimento em comparação com o mesmo período de 2013 (29,9%).

No setor privado, segundo o IBGE, 78,1% dos trabalhadores tem carteira assinada, aumento de 2,7 pontos percentuais em relação ao 3º trimestre de 2012.

Substituição
Atualmente, o IBGE divulga regularmente duas análises de desemprego ao longo do ano. Além da Pnad Contínua, também realiza a PME (Pesquisa Mensal de Emprego).

A PME, porém, deve deixar de existir em 2015. Ela é baseada nos dados das regiões metropolitanas de Recife (PE), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ) e Porto Alegre (RS).

Como não tem abrangência nacional, a PME apresenta resultados diferentes da Pnad Contínua. Na última pesquisa mensal, referente a outubro, a taxa de desemprego registrada foi de 4,7%, a menor em 12 anos.

Foram divulgadas cinco Pnad Contínua até agora. A primeira com dados do 1° trimestre de 2012 ao 2° trimestre de 2013; a segunda relativa ao 3º e 4º trimestres de 2013; a terceira referente ao 1º trimestre de 2014, a quarta ao 2º trimestre, e a última, com dados do terceiro trimestre de 2014. (Fonte: UOL)
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: