Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Comigo: investimentos garantem melhor recepção de grãos

25/01/2021
1651360794528-31361510.jpeg


A colheita da safra de verão já está começando e com investimentos em torno de R$ 95 milhões nas unidades armazenadoras, a Comigo segue sendo uma das empresas que mais investem em recepção e armazenagem de grãos. Com novos investimentos, a capacidade nominal de recepção de grãos da Cooperativa já é superior a 33 milhões de sacas, mas com a constante industrialização, o total da recepção se eleva de forma considerável. Os investimentos buscam melhorar ainda mais os serviços aos cooperados e facilitar a recepção e o escoamento de grãos, o que aumenta a rentabilidade da produção e o desenvolvimento das regiões de atuação.

“Nosso objetivo é garantir sempre a maior agilidade e qualidade de recepção para os nossos cooperados, informatizando e ampliando as tecnologias de nossas unidades e também a capacidade”, afirma o vice-presidente de operações da Cooperativa, Aguilar Mota.

Novos armazéns

Entre os investimentos, um novo armazém está em fase final de construção na unidade de Montes Claros de Goiás, com capacidade de 1,5 milhão de sacas de grãos e investimentos de R$ 29 milhões. A expectativa é de que o armazém esteja pronto já para a recepção da safra atual. Com ele, Montes Claros terá capacidade total para 2,2 milhões de sacas. Além disso, a unidade também passou por uma ampliação e modernização, com um novo secador e novo silo-pulmão.

Serranópolis também terá uma nova unidade armazenadora, construída do zero, que terá capacidade para 1,5 milhão de sacas com investimentos de R$ 50 milhões. Já na unidade Cinquentão, em Santa Helena, um investimento de R$ 11 milhões foi implementado para a instalação de mais uma moega de descarga, um novo secador e dois silos-pulmão. 

Na unidade armazenadora de Jataí, os equipamentos receberam um aumento de capacidade, expedição e adaptação de moega para recepção de caminhões basculantes, e ainda investimentos na parte elétrica e em automação, totalizando R$ 2,6 milhões. Na unidade Estrela Dalva, também no município de Jataí, um silo para 20 mil sacas está sendo modernizado, como um silo-pulmão de grãos úmidos, com sistema de aeração, tudo para ampliar a velocidade de recepção. Somando a outras reformas estruturais, os investimentos na unidade foram de R$ 2,8 milhões. Em todas as unidades armazenadoras foram realizadas melhorias para facilitar a recepção.

“Os cooperados têm visto estes investimentos e sabem que, assim que a colheita é realizada, os grãos têm lugar certo para serem guardados, trabalhamos sempre com o objetivo de oferecer o máximo de eficiência na recepção e armazenagem”, reforça Aguilar.

Fonte: Comigo

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: