Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Condel aprova proposta articulada pela OCB/GO para aumento do limite do FCO

16/06/2022
52148638648-7bdf35a0b9-1646100.jpg


O Conselho Deliberativo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Condel/Sudeco) aprovou nesta quarta-feira (15) aumento do limite do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). A proposta foi articulada pela OCB/GO, com apoio do Conselho de Desenvolvimento do Estado (CDE) e Federação das Cooperativas do Centro-Oeste e Tocantins (Fecoop CO/TO). O texto aprovado aumenta o limite individual de R$ 20 milhões para R$ 100 milhões, por ano, e global de R$ 100 milhões para 400 milhões, de endividamento junto ao fundo. A mudança beneficiará o setor produtivo goiano como um todo e, em especial, as cooperativas do agronegócio. 

Para o presidente do Sistema OCB/GO, Luís Alberto Pereira, essa modificação vai permitir que as cooperativas, principalmente do Ramo Agro, possam ampliar suas operações de produção e armazenagem. “É muito importante nesse momento de pujança do Agro e acaba beneficiando também não só as cooperativas, mas todo o setor produtivo de Goiás e do Centro-Oeste", comenta. 

Luís Alberto destaca que a aprovação do novo limite também contou com apoios fundamentais. “Tivemos o apoio das entidades do Fórum das Entidades Empresariais (FEE) de Goiás, Conselho de Desenvolvimento do Estado de Goiás, do governador Ronaldo Caiado, da Feecoop CO/TO, tudo para melhorar as condições de financiamento do setor produtivo e das cooperativas, em especial”, conclui. 

o membro do Condel e secretário estadual da Retomada, César Moura, também acredita que essa foi uma conquista para as cooperativas. “A possibilidade de aumentar o limite de financiamento via FCO deve ampliar os investimentos e a oferta de empregos nas regiões dos projetos aprovados. Estimular o desenvolvimento e crescimento das cooperativas, um dos setores beneficiados, é uma das missões da Retomada, e este ato é mais uma conquista neste sentido”, comenta.

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: