Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Cooperativismo é alternativa ao desemprego, diz Fábio Júnior

16/10/2020
fabio-junior-candidato-18211120.jpeg


Em continuidade à agenda de encontros com os candidatos à Prefeitura de Goiânia, o presidente da OCB/GO, Luís Alberto Pereira, recebeu nesta sexta-feira (16), no Edifício Goiás Cooperativo, o candidato Fábio Júnior, da sigla Unidade Popular. Durante o encontro, ele apresentou ao presidente da OCB/GO suas principais propostas. 

Em contrapartida, recebeu as 14 sugestões do cooperativismo para o desenvolvimento das cidades, repassadas a candidatos a prefeitos e vereadores de todo o Estado. Fábio Júnior afirmou que o cooperativismo será incentivado na administração municipal caso venha a ser eleito. Ele lembrou que já tem uma relação com cooperativas de reciclagem, atividade que considera ter um papel social fundamental em Goiânia. 

“Outras cooperativas também cumprem a função de gerar renda para uma grande parte da população que está sofrendo com o desemprego e com a automação de trabalhos que hoje estão deixando de existir. As cooperativas conseguem suprir um papel dentro do mercado de trabalho que, pelas condições atuais da economia, muitas vezes não é suprido”, disse.

Sobre o assunto reciclagem, Luís Alberto lembrou que a OCB/GO também tem se dedicado a trabalhar com as cooperativas de catadores na área de gestão, por meio do SESCOOP/GO. Algumas delas já estão se organizando em centrais, trabalhando junto com a UFG, na incubadora, e também recebendo apoio da Amma e do Ministério Público de Goiás.

O presidente da OCB/GO concordou, ainda, com a visão apresentada pelo candidato Fábio Júnior sobre o transporte por aplicativo. “O modelo do Uber é mesmo um modelo cooperativista, é uma cooperativa de plataforma. O problema é que ele tem dono e no modelo realmente cooperativista todos aqueles que trabalham são donos, ou seja, os motoristas de aplicativo. É um modelo que dá para replicar, aproveitando o pessoal que já trabalha nesses aplicativos, por meio do cooperativismo”, explica.


Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: