Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Cooperativismo goiano espera taxas mais justas para pequenas coops na Juceg

04/01/2021
juceg-sede-171613510.jpeg


O setor cooperativista goiano aguarda ansioso pela primeira reunião de 2021 entre os vogais da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg). A expectativa é de que esteja em pauta a viabilidade da redução das taxas cobradas de cooperativas de menor porte pela Juceg. Esta é uma demanda do setor junto ao governo do Estado, que foi repassada pelo governador Ronaldo Caiado ao presidente da Junta, Euclides Barbo Siqueira, durante o lançamento do projeto "Desconto pela Retomada", no final de dezembro.

O projeto que passou a valer em 2021 vai conceder, às empresas limitadas, abatimento de 15% sobre o valor de qualquer ato protocolado na Juceg. O benefício não inclui as cooperativas, uma vez que elas são equiparadas às sociedades anônimas, no que diz respeito às taxas cobradas para arquivamento de atos na Junta.

Segundo o presidente do Sistema OCB/GO, Luís Alberto Pereira, que participou da solenidade realizada na sede da Juceg, o governador mostrou sensibilidade para com as pequenas cooperativas e reconheceu o tratamento inadequado dado a elas nesse tipo de cobrança. "Esperamos que, nessa primeira reunião dos vogais da Juceg, o assunto seja colocado em pauta e que sejam discutidas soluções para uma cobrança mais justa para as nossas cooperativas menores", enfatiza Luís Alberto.

Desconto
O "Deconto pela Retomada" passou a vigorar no dia 1º deste ano e será aplicado conforme tabela divulgada no site da Juceg.

A iniciativa do Governo de Goiás, por meio da Juceg e das secretarias de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) e da Retomada, tem o objetivo de fortalecer as empresas goianas, especialmente as micro e pequenas empresas. 

Atualmente, Goiás já ocupa o primeiro lugar no Brasil no tempo para a abertura de uma empresa, que é de um dia e uma hora. Isso representa queda de 11 horas (-30,6%) em relação ao primeiro quadrimestre deste ano. O desempenho fez o Estado ocupar a liderança no ranking nacional, saindo da última posição em 2018 para o topo.

Já na abertura de Sociedade Empresária Limitada, o Estado está na segunda posição entre os mais ágeis. Neste ponto, o prazo é de um dia e três horas. O Estado de Goiás conta com 822.359 empresas ativas, sendo que 22% deste total possuem natureza jurídica de limitada (181.375).


Fonte: Com informações da Ascom SIC

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: