Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Delegado Waldir assina termo de compromisso com o cooperativismo

06/09/2022
delegado-waldir-917020.JPG


A OCB/GO recebeu a visita na tarde desta terça-feira (6/09) do deputado federal, Delegado Waldir, candidato ao Senado nas próximas eleições. Ele foi recebido pelo superintendente do Sistema OCB/GO, Jubrair Gomes e por dirigentes de cooperativas goianas. Eles entregaram ao deputado o documento “Propostas para um Goiás e Brasil mais cooperativos”. O objetivo da obra é oferecer insumos aos candidatos nas eleições de outubro de 2022, para a elaboração de políticas públicas voltadas ao movimento. Delegado Waldir assinou um termo de compromisso com as pautas do cooperativismo e em seu pronunciamento defendeu a adoção do cooperativismo como disciplina obrigatória no currículo escolar e também informou que vai sugerir a criação de uma secretaria do cooperativismo, em Goiás.

Delegado Waldir foi recebido no espaço InovaCoop Goiás, no Edifício Goiás Cooperativo, em Goiânia. O superintendente do Sistema OCB/GO, Jubrair Gomes, explicou que a entidade está aberta a receber os candidatos porque entende que é necessário apresentar as demandas do cooperativismo. “É época de eleição e não podemos ficar de fora. Não é para sermos partidários, mas para que possamos apresentar nossas demandas e nossa força. Precisamos de parlamentares que votem a favor do cooperativismo”, disse.

Jubrair detalhou para Delegado Waldir alguns temas presentes no documento “Propostas para um Goiás e Brasil mais cooperativos”, como a defesa do ato cooperativo e a redução de carga tributária sobre cooperativas.  

Ao comentar a inclusão do ato cooperativo na Reforma Tributária, o candidato ao Senado disse que vai fazer uma “defesa intransigente” e também apontou que é preciso uma redução da carga tributária para o setor produtivo. “Precisamos liberar o cooperativismo das amarras tributarias para poder avançar mais”, declarou.

Secretaria

Delegado Waldir afirmou que nos últimos 20 anos algumas regiões de Goiás se desenvolveram mais do que outras, e que o cooperativismo pode ser a solução para corrigir esse desequilíbrio. “O Sul, Sudoeste e Centro Goiano tiveram desenvolvimento, mas o Norte, Nordeste e Entorno de Brasília são regiões mais carentes. Por isso, vou levar a sugestão ao governador Ronaldo Caiado da criação de uma secretaria específica do cooperativismo”, defendeu.

O candidato também acredita que o cooperativismo deveria ser uma disciplina nas escolas desde o ensino básico. “Precisamos pegar exemplos de outros países como Estados Unidos, Canadá e Alemanha, em que um terço da população participa de cooperativas e tem um alto padrão de vida e baixo índice de miséria”, comentou.

Cooperativas

Dirigentes de cooperativas goianas também participaram do encontro com Delegado Waldir, dentre eles, Nilton Silva, presidente da Coopanest; Douglas Augusto, presidente da Cootreg; Antônio Brasil, presidente da Cohacasb; Cláudia Rezende, vice-presidente da Multcare e Norival Hubner, presidente da Sol Invictus. Todos também apresentaram demandas específicas de suas áreas ao candidato.

O presidente da Coop-Recicla, Divino Teles, de Rio Verde, também compareceu ao encontro e trouxe uma Solicitação de Emenda Parlamentar ao deputado federal, Delegado Waldir. Nela, a cooperativa solicita apoio para que amplie sua estrutura de processamento dos recicláveis, dando um salto na produtividade de 120 toneladas de resíduos processados, por mês, para 500 toneladas. O apoio da emenda permitiria que a cooperativa opere em dois turnos e, com isso, amplie o quadro de cooperados, passando de 32 para 120 pessoas.  

 

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: