Notcias

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

2018 2017 2016 2015 2014 2013

Últimas notícias

Buscar

Notícias

Divulgada a classificao prvia das cooperativas de crdito

05/11/2015


Nesta quarta-feira (4), durante a abertura do Fórum de Cidadania Financeira, realizado pelo Banco Central do Brasil, em Brasília, com apoio do Sistema OCB, o diretor de Relacionamento Institucional, Luiz Edson Feltrim, comunicou a divulgação da classificação prévia das cooperativas de crédito, segundo os parâmetros estabelecidos na Resolução CMN 4434/15. O documento entrou em vigor no dia 6 de agosto e delimita três categorias: plenas, clássicas e de capital e empréstimo (veja quadro).

Cientes de sua classe, as cooperativas que não concordarem terão, também, um prazo de 90 dias para solicitar a revisão da classificação.

Considerando a nova segmentação, também foram definidos novos valores de capital inicial e de patrimônio líquido. A estrutura de governança exigida e o regime de apuração do capital requerido serão diferenciados de acordo com a classificação da cooperativa de crédito, que terá três anos para se adaptar.

No início de agosto, o presidente do BC, Alexandre Tombini, disse que a mudança foi bem recebida pelo setor, porque a segmentação será adequada ao perfil de risco das cooperativas. “Essa é, além de uma providência de racionalização muito aguardada, um marco notável na história das cooperativas de crédito no Brasil”, disse Tombini. 

Acompanhamento
A chefe do Departamento de Regulação do Sistema Financeiro do BC, Silvia Marques de Brito e Silva, disse que a nova classificação vai permitir melhor acompanhamento e controle das cooperativas. Além disso, ela citou que, anteriormente, as mesmas exigências eram feitas a cooperativas com características diferentes.

“Teremos um acompanhamento mais adequado, mais sistemático, porque vai levar em conta o risco”, destacou Silvia Marques.

 

ENTENDA
No dia 5 de agosto de 2015, o Conselho Monetário Nacional editou a Resolução CMN 4434/15, categoriza as cooperativas de crédito em três classes. No dia seguinte, o normativo foi publicado no Diário Oficial da União. A partir desta data, o Banco Central passou a ter 90 dias para classificar e divulgar a setorização das cooperativas de crédito. Veja as características de cada classe:

 

 

Plenas
Cooperativas que podem praticar todas as operações do mercado
 

Clássicas
Aquelas que não podem ter moeda estrangeira nem operar com variação cambial ou derivativos (instrumentos do mercado futuro), entre outros
 

Capital e empréstimo
Não poderão captar recursos ou depósitos, sendo seu "funding" apenas o capital próprio integralizado pelos associados
 

Fonte: Brasil Cooperativo

Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: