Notcias

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

2018 2017 2016 2015 2014 2013

Últimas notícias

Buscar

Notícias

EUA devem anunciar em breve compra de carne brasileira, diz JBS

29/06/2015

A liberação do mercado dos Estados Unidos para a carne in natura do Brasil, que pode ser anunciada nos próximos dias pelo presidente Barack Obama, deve ter impacto “espetacular” e será um “marco histórico” para a pecuária brasileira, afirmou o presidente da JBS, Wesley Batista, logo após participar de reunião com a presidente Dilma Rousseff neste domingo (28), que reuniu 25 empresários brasileiros que investem no mercado americano.

“Estamos superotimistas com o possível anúncio do presidente Obama. Acho que sai. O impacto é espetacular”, disse Batista a jornalistas. Ele citou em sua fala para Dilma que o anúncio deve ser “um marco histórico para a pecuária brasileira”.

Importadores
Os EUA, destacou o presidente da JBS, são um dos maiores importadores de carne do mundo. A liberação das importações da carne in natura pelos EUA também é vista como um selo de qualidade para a carne brasileira no mundo, o que deve gerar impacto positivo para as vendas do produto para outros países, sobretudo da Ásia.

Dilma se reuniu neste domingo com 25 empresários brasileiros. Cada empresário falou um pouco de seu setor e o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, chegou no final. “Se falou mais das oportunidades entre Brasil e os Estados Unidos, que é o motivo da viagem. Foi pouco citada a questão interna no Brasil; nem era o propósito da reunião. Alguns setores levantaram a questão do impacto do ajuste fiscal, da desoneração”, contou Batista, quando questionado se os problemas políticos e econômicos brasileiros foram mencionados.

Questionado sobre as razões de os índices de confiança dos empresários brasileiros estarem em nível baixo, Batista avalia que a situação “já esteve pior e está melhorando”.

“Se a gente olhar para trás teve momento mais pessimista do que hoje. As coisas são um processo; todo ajuste não é fácil”, disse.

“O Brasil passa por momento de baixo crescimento, inflação incomodando, o Ministério da Fazenda num trabalhado árduo para rebalancear as contas do governo”, acrescentou o presidente da JBS.

Fonte: Agência Estado

Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: