Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Filosofia de Gestão: Comitês táticos a todo vapor

04/11/2021

Em agosto os colaboradores do Sistema OCB/GO foram apresentados aos Comitês Táticos, em uma videoconferência com André Lopes, da Thutor. Desde então, os integrantes de cada comitê fizeram reuniões, definiram os projetos, ações e cronogramas. Para entender boa parte do que os Comitês Táticos estão fazendo, temos que voltar até o “Seminário: Definindo Novas Diretrizes e Novos Rumos do Sistema OCB/SESCOOP-GO”, lá foram definidos projetos/ações que foram categorizados em 6 eixos estratégicos, antes definidos durante o 14° CBC - Congresso Brasileiro de Cooperativismo (2019), realizado pela Unidade Nacional. Ernane Marques, gerente de operações do SESCOOP/GO e líder do comitê tático de Cultura e Governança, conta que uma das tarefas atuais é justamente dar seguimento a projetos e ações não executados ou parcialmente executados em 2020, ou ainda que precisam de continuidade em 2021. “Em conjunto com o comitê estratégico, foram realocados alguns desses projetos e ações dentro dos quatro comitês táticos e, em especial, o Comitê de Cultura e Governança. Até o momento, estamos com 9 projetos/ações já definidos para execução no próximo ano”, conta.Desde que foi criado, o Comitê de Cultura e Governança já realizou três reuniões. “De início, levantamos e planejamos capacitações internas para os colaboradores do Sistema OCB/GO, debatemos ações voltadas para o clima organizacional”, aponta Ernane. Ele também já adianta umdos projetos que seu comitê está trabalhando. “Se tudo der certo, uma das principais ações, dentre as nove citadas, será a revisão, de forma integral, do nosso Plano de Cargos, Carreiras e Salários (OCB/GO e SESCOOP/GO)”, revela. Há outras ações que são recentes, mas essas o líder do Comitê Cultura e Governança prefere não entrar em detalhes. “Recebemos também uma demanda de projeto para análise de viabilidade, o qual ainda está em estudo mas, é uma ótima proposta”, conta.
IntercooperaçãoApesar de, no momento, apenas os integrantes dos comitês estarem envolvidos diretamente nas ações, a ideia é que todos os colaboradores também se envolvam no processo, executando na prática uma gestão democrática. “Atualmente estamos detalhando cada atividade para que cada projeto/ação seja executado. Será a partir deste momento que vamos envolver outros colaboradores”, explica Ernane. “Será uma execução em conjunto. Uma intercooperação propriamente dita”, completa.Apesar de, no momento, apenas os integrantes dos comitês estarem envolvidos diretamente nas ações, a ideia é que todos os colaboradores também se envolvam no processo, executando na prática uma gestão democrática. “Atualmente estamos detalhando cada atividade para que cada projeto/ação seja executado. Será a partir deste momento que vamos envolver outros colaboradores”, explica Ernane. “Será uma execução em conjunto. Uma intercooperação propriamente dita”, completa.O Comitê Tático de Risco e Gestão é outro que também já realizou três reuniões. A líder deste comitê é Gislaine Lelis, coordenadora da formação profissional e promoção social do SESCOOP/GO. Ela explica que uma das tarefas de seu comitê é fazer a atualização da resolução de gestão de risco do Sistema OCB/GO. “Nossa unidade aderiu neste ano à resolução de gestão de risco da unidade nacional e já discutimos o que a gente precisa fazer para adequar nossa resolução, conforme a resolução da unidade nacional”, explica. Outra pauta tratada no comitê tático de Risco e Gestão é a análise dos indicadores estratégicos. O Comitê de Soluções Cooperativas, liderado por Victor Rios, analista de cooperativismo, também já se reuniu três vezes e realizou o mapeamento dos projetos e planos de ações disponibilizados pela direção do Sistema OCB/GO. “Tivemos como objetivo e nível tático, os projetos que entendemos como assertivos no período de 2021/23, com implementação de ação já em 2021”, conta Victor.Na distribuição realizada conjuntamente com o Comitê Estratégico, 20 ações e projetos ficaramsob a responsabilidade do Comitê de Soluções Cooperativas. Por enquanto, Victor conta que estas são o foco de trabalho, mas o comitê está aberto para novas sugestões, inclusive de todos os colaboradores. “Somos a porta de entrada para desenvolvermos novas ações junto com os colaboradores”, explica.Por fim, há ainda o comitê tático de Sustentabilidade e Efetividade, que criou um modo de trabalho para identificar dentro da Planilha de Projetos 2020/2023 quais, entre os 46, que não estão, depois de 8 meses, apresentando alguma evolução. 

Filosofia de Gestão

Tem como foco a formação em Cultura e Gestão Estratégica com Pessoas buscando o equilíbrio entre resultados financeiros e a sustentabilidade dos negócios, encantando cooperados e engajando colaboradores e, partindo dessa premissa, o programa visa trabalhar a essência da empresa, transferindo conhecimento para que as cooperativas tenham todas as condições de aplicar em sua própria cultura organizacional a Filosofia de Gestão, mantendo sua essência, porém potencializando sua presença com alta eficiência. O foco desse treinamento  é integrar as bases fundamentais da Cultura Organizacional e Estratégia aliando governança, práticas de gestão, liderança.

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: