Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Goiás deve registrar 24,7 milhões de toneladas de grãos na safra 2020/2021

08/07/2021


De acordo com o 10º Levantamento da Safra de Grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta quinta-feira, (08/07), é esperada a produção de quase 24,7 milhões de toneladas de grãos na safra 2020/2021, em Goiás. Caso se confirme a previsão, o Estado deve se manter como 4º maior produtor nacional de grãos e a expectativa é que 6,2 milhões de hectares sejam cultivados nessa safra, crescimento de 1,9% em relação à safra anterior.

Entre os destaques goianos estão sorgo e girassol, que ocupam a primeira posição no ranking nacional de produção. No caso do sorgo, a estimativa é de quase 1,2 milhão de toneladas do grão, aumento de 7,3% na produção, em relação à safra 2019/2020, e produtividade de 3,1 toneladas por hectare, crescimento de 6,5% em comparação à safra anterior. A previsão é de área plantada de 377,9 mil hectares, 0,8% maior que na safra anterior. 

Já no girassol, a estimativa é de 34,5 mil toneladas na safra 2020/2021, aumento de 4,9% em relação à safra anterior, e produtividade superior a 1,5 tonelada por hectare. A área plantada é prevista em 23,0 mil hectares, crescimento de 17,3% em comparação com a safra 2019/2020. 

Nas culturas de soja e milho, a estimativa da Conab é de produção de 13,7 milhões e 9,0 milhões na safra 2020/2021, respectivamente. A área cultivada prevista de soja é de quase 3,7 milhões de hectares, aumento de 4,2% em relação à safra anterior, e produtividade de 3,7 toneladas por hectare. No milho total, a área cultivada deve ser de pouco mais de 1,8 milhão de hectares e produtividade de 4,9 toneladas por hectare. Na soja, Goiás deve se confirmar como 4º maior produtor nacional, enquanto no milho a estimativa é que o Estado seja o 3º maior produtor no País. 

No caso do trigo, Goiás deve registrar crescimento de 53,9% na produção na atual safra, em comparação com a anterior. A estimativa é de 142,2 mil toneladas do grão e área plantada de 55,0 mil toneladas, aumento de 138,0% em relação à safra 2019/2020. 

De acordo com o titular da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça, a produção de grãos na safra 2020/2021 tem mantido as mesmas perspectivas, apesar de oscilar em uma cultura ou outra. “Isso é normal, porque depende de fatores como clima, período de plantio etc. Nas últimas semanas, tivemos uma queda na temperatura e isso pode refletir de alguma forma em determinadas culturas. No caso do milho safrinha, por exemplo, a falta de chuva somado ao plantio fora da janela já está refletindo em quase 30% de queda em relação à safra passada”, explica. 

LSPA/IBGE

Segundo os dados do Levantamento Sistemático de Produção Agrícola, também divulgado nesta quinta-feira (08/07) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Goiás deverá registrar aumento na produção de culturas como laranja, uva, mandioca e banana, com 155,5 mil toneladas (12,4%), 1,6 mil toneladas (11,0%), 187,1 mil toneladas (10,9%) e 215,7 mil toneladas (5,0%), respectivamente. 

Fonte: Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) – Governo de Goiás

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: