Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Governador de Goiás anuncia duas conquistas para o cooperativismo durante o 3º Seminário Goiano de Excelência em Gestão

29/08/2018
dsc-0128-191112127.jpg


O governador de Goiás, José Eliton participou, na manhã desta terça-feira, dia 28, da abertura do 3º Seminário Goiano de Excelência em Gestão, promovido pelo Sistema OCB/SESCOOP-GO. Na ocasião ele revelou duas conquistas para o cooperativismo goiano. Uma delas é a recriação do Conselho Estadual do Cooperativismo e, a outra, a inserção da OCB-GO como membro representante da Juceg.

“Hoje pedi ao secretário de Trabalho, Henderson de Paula, que faça a convocação imediata para instalação do Conselho Estadual do Cooperativismo. Uma demanda histórica deste segmento”, anunciou o governador.

As duas são antigas demandas do cooperativismo goiano e fazem parte, inclusive, de um documento com sugestões e expectativas do setor cooperativista para a gestão 2019/2022, que o governador recebeu do presidente do Sistema OCB/SESCOOP-GO, Joaquim Guilherme Barbosa de Souza, durante o evento nesta terça-feira. 


JUCEG

Ainda durante o seminário, o governador José Eliton também assinou projeto de Lei que altera a Lei 13.802 que dispõe sobre a composição da Junta Comercial do Estado de Goiás - Juceg - que tem por finalidade elevar de 13 para 15 o número de vogais que compõem a entidade, contemplando representantes da Organização das Cooperativas do Brasil- OCB-GO - e também da Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial)).

"Nada mais justo do que um representante dessas entidades ter assento naquela casa para ajudar a desburocratizar os processos. Antes passavam-se vários dias entre o início do processo e o deferimento final dos documentos que habilitam o empreendedor à atividade comercial. Hoje, temos na média 22 horas entre o protocolo de pedido de abertura e o deferimento", comemorou o governador. (com informações de Portal Goiás)

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: