Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

Governo federal anuncia leilo para venda de 500 mil toneladas de milho

13/06/2016
milho2-14154016.jpg


Buscando auxiliar produtores e agroindústrias, que têm sofrido com a escassez de milho, o governo federal vai liberar para leilão de venda a agroindústrias de suínos e aves e produtores de leite 500 mil toneladas do grão em estoque público. Há vários meses, cooperativas e criadores têm manifestado preocupação com o cenário de alta nos preços do milho, principal insumo da alimentação animal, agravado pelas chuvas no Paraná e Mato Grosso, que atrasaram o inicio da colheita da safrinha.

Conforme o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller, a medida visa conter a alta dos preços das carnes de frango e de suínos. O grão está armazenado principalmente em Mato Grosso. Segundo ele, para regular o abastecimento de milho está ocorrendo o reposicionamento do milho vendido antecipadamente para o mercado externo. Apesar da queda na produção da primeira safra de milho ter atingido 12,8% em relação ao ciclo anterior, a perspectiva é boa para a segunda safra, pois as últimas chuvas acabaram por fortalecer a produção.

Na última semana, a Cooperativa Central Aurora Alimentos anunciou o corte de 50% do abate de aves da sua unidade de Abelardo Luz, Oeste de Santa Catarina, há 40 quilômetros de Palmas, Sul do Paraná. Aproximadamente 70 mil frangos deixaram de ser processados diariamente. A unidade representa 13% do abate de aves de toda a cooperativa.

O anúncio foi feito pelo presidente da Cooperativa, Mário Lanznaster, que justificou a decisão em decorrência da grande oferta de carne de frango e a escassez de milho.

Foram concedidas férias coletivas para metade do quadro funcional e em setembro os demais funcionários também param, como forma de contornar a falta de milho no país. Segundo Lanznaster, momentaneamente, não serão realizadas demissões, mas se a situação do grão não mudar até o próximo mês, alguns empregados serão desligados.

No inicio do ano, lideranças do agronegócio de Santa Catarina entregaram aos governos  Estadual e Federal uma carta de reivindicações, pedindo medidas urgentes no barateamento do custo do milho, como a intervenção da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) na abertura de leilões para venda de milho, transferência dos estoques do Centro-oeste para a região Sul do país, a concessão de subsídio de R$ 10 por saca transportada do centro-oeste para Santa Catarina a ser deduzida dos créditos de PIS e Cofins que as indústrias da carne têm junto à Receita Federal.

Para atender a demanda, o governo catarinense, juntamente com a Federação das Cooperativas Agropecuárias do estado (Fecoagro), elaborou o Programa de Incentivo ao Plantio de Milho. Pelo programa, o estado garante R$ 1 de subsídio por saca. A Fecoagro vai fornecer semente, uréia e adubo e as cooperativas filiadas fornecerão os demais insumos. Os agricultores poderão pagar os insumos somente até 2017, com a produção, com uma garantia de preço, de R$ 34 por saca. As agroindústrias pagarão R$ 38 para as cooperativas, que tem despesa de transporte e estocagem. O objetivo do programa é ampliar em 100 mil hectares a área destinada à plantação de milho, o que aumentará a produção em 800 mil toneladas.

Fonte: RBJ


Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: