Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Há oportunidades de avanço às cooperativas, mesmo em ano difícil

24/02/2016
exportacoes-porto2-70030.jpeg


O ano de 2016 ainda não trouxe diferenças em relação a 2015. Ou seja, o cenário político continua imprevisível, com diversos atores tendo de se defender de processos políticos e judiciais, com uma crise econômica que dá sinais de que persistirá ao longo do ano e com o País tendo de enfrentar diversos desafios para retomar o crescimento econômico e social.

Apesar de o cenário indicar que o setor produtivo terá mais um ano difícil pela frente, é possível também enxergar algumas oportunidades de avanço e desenvolvimento para as cooperativas. A ampliação das exportações, alavancada por uma taxa de câmbio favorável, a discussão da reforma tributária que está sendo retomada, com possibilidade de simplificação e desburocratização de alguns tributos importantes para as cooperativas e a abertura de alguns espaços de diálogo com o poder público, são alguns indicativos positivos para o setor cooperativista.

Realizar a análise do cenário de oportunidades e desafios na relação com o governo é o objetivo do Quadro Governamental. Atualizado periodicamente, o estudo apresenta, além do contexto político para o cooperativismo, um perfil detalhado de cada ministro de Estado, buscando trazer informações estratégicas para a tomada de decisão das cooperativas, especialmente em um momento de crise econômica e política do país.

O presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, destaca o papel do estudo para a representação político-institucional do cooperativismo. "Em um cenário no qual o país enfrenta grandes desafios para a recondução de seu crescimento econômico e para atender às demandas da sociedade, o cooperativismo deve buscar constantemente se inserir na agenda estratégica do governo e auxiliar no aprimoramento das políticas públicas, colaborando com o poder público como mecanismo de inclusão produtiva e de transformação da sociedade".

Clique aqui para acessar o documento.

Fonte: Brasil Cooperativo

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: