Notícias

Inflao de janeiro atinge 1,24% em janeiro, maior alta em 12 meses

23/02/2015

A inflação oficial do País, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 1,24% em janeiro, depois de avançar 0,78% em dezembro do ano passado, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa foi a taxa mais alta desde fevereiro de 2003, quando ficou em 1,57%.

Em 12 meses, o indicador acumula alta de 7,14%, acima do teto da meta do governo para o IPCA, que é de 6,5%. Essa variação anual é a maior desde setembro de 2011, quando o índice atingiu 7,31%. Em janeiro de 2014 a taxa mensal havia ficado em 0,55%.

As despesas com habitação tiveram a maior alta de preços entre todas as pesquisadas pelo IBGE. A variação passou de 0,51%, em dezembro do ano passado, para 2,42%, em janeiro, fortemente influenciada pela energia elétrica, que ficou 8,27% mais cara.

Também pressionaram o IPCA de janeiro, ainda que tenham registrado variações menores, o avanço de preços dos alimentos e bebidas (de 1,08% para 1,48%) e dos transportes (de 1,38% para 1,83%).

Nos alimentos, os maiores aumentos partiram de batata-inglesa (38,09%), feijão-carioca (17,95%) e tomate (12,35%).

A expectativa do mercado para o IPCA deste ano subiu para 7,01% na última semana. Foi a quinta alta seguida na estimativa do mercado financeiro para a inflação de 2015, segundo boletim Focus, do Banco Central. Se confirmada, a taxa de 7,01% será a maior desde 2004, quando ficou em 7,6%, ou seja, a mais alta em 11 anos.

Com isso, a estimativa do mercado para o IPCA de 2015 segue acima do teto do sistema de metas. A meta central de inflação para este ano e para 2016 é de 4,5%, com tolerância de dois pontos para mais ou para menos. O teto do sistema de metas, portanto, é de 6,5%. Em 2014, a inflação somou 6,41%, o maior valor desde 2011. (Fonte: G1)



Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: