Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

Joaquim Guilherme assume Sistema OCB/SESCOOP-GO

04/05/2015
joaquim-581857.jpg

Mais de 250 pessoas, entre autoridades políticas, empresariais, lideranças cooperativistas e cooperados, prestigiaram a cerimônia de posse da nova diretoria do Sistema OCB/SESCOOP-GO, nesta segunda-feira (4). O economista, produtor rural e presidente da Complem, Joaquim Guilherme Barbosa de Souza, vai presidir a OCB-GO e o SESCOOP/GO no quadriênio 2015/2019. Ele recebeu o cargo do presidente das cooperativas Centroleite, CentralRede e Coapro,  Haroldo Max de Sousa.

A solenidade festiva de posse teve início por volta do meio-dia. Porém, os trabalhos na Casa do Cooperativismo Goiano foram iniciados logo cedo. Já no início da manhã, todos os novos membros do Conselho Fiscal e Administrativo da OCB-GO se reuniram para assumir os cargos oficialmente. O novo presidente fez uma breve explanação sobre o plano de gestão da entidade e a superintendente executiva, Valéria Mendes, apresentou o relatório de Gestão dos três primeiros meses de 2015.

Houve uma breve conversa sobre a construção do novo prédio e foi proposta a reativação da comissão para coordenar os trabalhos da obra. Haroldo Max, que continua como membro do conselho do SESCOOP/GO, também participou da reunião da OCB-GO.

Na sequência, foi iniciada a posse do conselho do SESCOOP/GO, com a participação dos membros dos Conselhos Administrativo e Fiscal da entidade. Durante o encontro, foram apresentados pela superintendente executiva de ambas as entidades, Valéria Mendes, o histórico do SESCOOP/GO, sua estrutura de representação, as áreas de atuação, além do resultado financeiro.

Evento
Em discurso, Joaquim Guilherme agradeceu pelo trabalho executado por Max e destacou o fato de a Casa do Cooperativismo estar plenamente em ordem.  Ele disse que, há anos, se prepara para chegar à presidência do Sistema e que está disposto a somar e a juntar forças para construir uma cidade, um Estado e um País melhor. Uma das metas citadas por Joaquim Guilherme é fazer com que todos os 11 ramos consigam se desenvolver e fortalecer nas suas atividades e negócios.

O novo presidente do Sistema OCB/SESCOOP-GO destacou ainda como plano de mandato promover o fortalecimento das cooperativas, dar visibilidade à Casa do Cooperativismo, além de fomentar a criação de projetos que promovam a intercooperação e o intercâmbio entre as registradas na OCB-GO.

Durante a parte festiva do evento, o ex-presidente, Haroldo Max de Sousa, agradeceu a presença de todos e ressaltou que as cooperativas são o motivo da existência da OCB-GO e do SESCOOP/GO. Ele citou que, hoje, são registradas na OCB-GO 238 cooperativas. A entidade participa de 23 conselhos e câmaras temáticas, para representar, defender o cooperativismo e lutar pelo desenvolvimento do setor.

Max também agradeceu ao corpo técnico do Sistema OCB/SESCOOP-GO pelo comprometimento em atingir as metas. Ele ressaltou que o maior legado da administração foi ter proporcionado a qualidade, o compromisso e o conhecimento que os colaboradores alcançaram. “A Casa está preparada para novos passos e deixo para o novo presidente um grande desafio, o de construir o novo prédio”, relatou. “Desejo sucesso à nova diretoria e que vocês mantenham o espírito cooperativista”, finalizou.

Autoridades prestam homenagem
Representando o governador de Goiás, Marconi Perillo, o vice-governador, José Eliton, que esteve presente na posse da nova diretoria, destacou que o sistema cooperativista dinamiza e fomenta o desenvolvimento no Estado e no País. 

Ele acrescentou que a OCB/SESCOOP-GO presta um serviço de relevância para Goiás como um todo, incentivando a produção primária, que é importante elo da cadeia econômica de Goiás, e com papel fundamental na área de finanças, no financiamento de atividades produtivas de cooperados e de pequenos produtores individualmente. “Desejo boa sorte à nova diretoria e contem com o governo de Goiás para os novos desafios”, disse. 

A deputada federal Magda Mofato disse ter consciência da importância do agronegócio e que está à disposição do cooperativismo, e à serviço da sociedade goiana. O presidente da Fieg, Pedro Alves, enfatizou ser um defensor do cooperativismo e prestou reconhecimento ao agronegócio. “Entendo o valor do cooperativismo e parabenizo pela escolha do Joaquim Guilherme”, enfatizou.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), José Mário Schreiner, deu as boas-vindas ao novo Conselho Administrativo da Casa. “A chegada de Joaquim Guilherme ao posto mais alto do cooperativismo de Goiás é, para nós, motivo de satisfação e de expectativa muito grande. Ele já tem uma participação na produção dentro do ambiente cooperativista e a experiência política possibilitará a ele um excelente trabalho”, destaca.
 

PERFIL
Joaquim Guilherme Barbosa de Souza

Cargos: novo presidente do Conselho de Administração da OCB-GO e também do SESCOOP/GO. Também exerce seu segundo mandato como presidente da Complem - Cooperativa Mista dos Produtores de Leite de Morrinhos

Idade: 54 anos

Formação: Economista e produtor rural

Experiência: Participa do cooperativismo há mais de 30 anos

Família: Casado e pai de dois filhos

Comentários
Lus Tefilo de Oliveira
Em 06/05/2015 - 12:46
Linda festa. Apenas destaco que pelas fotos pode-se perceber como o cooperativismo goiano predominantemente dominado e dirigido por homens e brancos. Mulheres e negros so excees.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: