Notcias

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

2018 2017 2016 2015 2014 2013

Últimas notícias

Buscar

Notícias

Livro sobre cooperativismo financeiro lanado em Goinia

01/10/2015
dsc0207-109141019.JPG


Os ex-servidores do Banco Central do Brasil (BCB) Abelardo Duarte e Marden Soares lançaram nesta quinta-feira (1º), na Casa do Cooperativismo Goiano, em Goiânia, o livro “Rumos do Cooperativismo Financeiro no Brasil”. A obra traz as novidades sobre a Resolução 4.434/15 e contém os estudos alicerçados na experiência dos autores e em dados disponibilizados pelo BCB, sobre os principais movimentos do cooperativismo financeiro nos últimos cinco anos e suas consequências.

O evento de lançamento foi promovido por três centrais de cooperativas de crédito - Sicoob Goiás Central, Central Sicredi Brasil Central e Sicoob UNI - e teve a participação do Sistema OCB/SESCOOP-GO. Várias autoridades políticas, empresariais e cooperativistas estiveram presentes, além de cooperados e colaboradores.

O presidente do Sistema OCB/SESCOOP-GO, Joaquim Guilherme Barbosa de Souza, fez a abertura do evento e disse que foi um momento histórico para a Casa do Cooperativismo Goiano. Segundo ele, o lançamento do livro foi a semente para novos tempos, uma vez que a intercooperação só vai existir quando os dirigentes começarem a trabalhar nisso. “As três Centrais tiveram essa iniciativa da intercooperação para realizar o evento. Se nós dirigentes não começarmos o cooperado não fará isso, e juntos somos mais fortes e temos mais segurança”, destacou.   

O presidente da Central Sicoob UNI, Clidenor Gomes Filho, enfatizou que a ideia de fazer esse primeiro evento entre as centrais já pairava no imaginário dos presidentes e ocorreu de forma natural. “Sei que é um momento feliz para nós, principalmente porque os autores do livro compartilharam conosco esta experiência”, relatou.

Celso Figueira, presidente da Central Sicredi Brasil Central, relatou que este momento econômico está complicado, mas que o Brasil conseguirá ultrapassá-lo. Porém, mesmo na crise o volume de depósitos no Sicredi aumentaram 20%. “O montante de recursos que nós administramos é fantástico. Temos que ter em mente que nós podemos oferecer soluções econômicas pela população. Estou feliz por esta reunião, pois ela demonstra nossa força”, enfatizou. Figueira disse ainda que há uma preocupação em trazer os jovens para a cooperativa e nisso o livro vai ajudar muito.

O presidente do Sicoob Goiás Central, José Salvino de Menezes, afirmou que as cooperativas precisam ocupar mais espaço. Também relatou o quanto é diferente o fato das cooperativas crescerem um momento de crise. Ele explicou que isso se deve a livre admissão e a credibilidade que os negócios cooperativos têm. “Nós dirigimos as economias locais, enquanto os bancos mercantis não sabem quem são os clientes e nem para onde vai o dinheiro lá investido”, resumiu.

Livro
Um dos autores do livro, Marden Soares, disse que a obra é resultado de um trabalho feito durante uma década, enquanto ele e o amigo Abelardo Duarte trabalhavam no Banco Central do Brasil (BCB). “Éramos um grupo que pensava fora da caixa e nos dedicamos a melhorar o acesso das pessoas de baixa renda que os bancos mercantis não buscam”, revelou. Ele disse que o livro apresenta várias facetas, tanto da visão institucional do BCB, quanto a visão de quatro anos de trabalho em uma cooperativa de crédito.

Além disso, o livro traz análises técnicas, informações sobre liquidez e resultados que se pode ter ao se tornar um cooperado de crédito. Além da evolução das cooperativas de crédito nos últimos cinco anos.

Questionado sobre a educação financeira no Brasil, Soares disse que estamos muito atrás de nações como Japão e Alemanha, por exemplo, e que o principal fator é cultural. “As coisas estão melhorando, em um ritmo menor do que a gente espera e o País precisa, mas já houve ganhos estamos mais educados financeiramente”, concluiu.

Já Abelardo Duarte, disse que ambos tinham planos de lançar o livro em Goiânia, porém o convite das Centrais veio em boa hora e ajudo a reunir o Sistema OCB/SESCOOP-GO. Ele relatou que dentre os motivos do crescimento do cooperativismo de crédito está, a sociedade mais informada, mais organização do sistema cooperativo, maior profissionalização e os avanços tecnológicos. “A crise de 2008 mostrou que o cooperativismo não se mete em aventuras e reage melhor, que o restante. Os resultados estão aí um crescimento que varia de 10% a 12% ao ano, na última década”, completou.

O livro, “Rumos do Cooperativismo Financeiro no Brasil”, contém 178 páginas e pode ser encontrado na livraria virtual do site http://www.confebras.coop.br/, por um valor de R$ 39.

 



Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: