Notícias

Metade do Mato Grosso est ligada ao cooperativismo

04/05/2017


É crescente o número de brasileiros que compreendem a importância do modelo cooperativo de se fazer negócio. O Estado de Mato Grosso é um bom exemplo disso. Lá, praticamente metade da população está ligada a uma cooperativa. Segundo dados do Sistema OCB/MT, 48,99% dos mato-grossenses vivenciam diariamente a rotina do universo do cooperativismo.

O levantamento feito pela organização estadual mostra que, em 2016, o número de pessoas ligadas ao setor cresceu 4% maior, em relação a 2015. Parece pouco, mas, se levarmos em consideração os últimos 16 anos, esse crescimento foi de 423%.

Essas e outras informações sobre o desempenho do cooperativismo em Mato Grosso foram apresentadas aos presidentes de diversas cooperativas do Estado, durante a Assembleia Geral Ordinária da OCB/MT, realizada no último dia 25 de abril, em Cuiabá.

Para o presidente do Sistema OCB/MT, Onofre Cezário de Souza Filho, a tendência do setor, em Mato Grosso, é de crescimento. "Eu defendo isso por vários fatores. Destaco, por exemplo, o solo, o clima, a disponibilidade hídrica e as soluções tecnológicas adotadas pelas nossas cooperativas, especialmente, para aumentar a produção de grãos.”

O superintendente da unidade nacional do Sistema OCB, Renato Nobile, reforçou as expectativas de Onofre Cezário. “A tendência do cooperativismo brasileiro é crescer. Se tivermos isso claro em nossas mentes poderemos planejar o melhor caminho para um desenvolvimento sustentável”, enfatiza Nobile.

Representatividade
No Brasil, o cooperativismo é formado por treze segmentos econômicos. Em MT, 11 deles asseguram emprego, renda e qualidade de vida aos mato-grossenses. As 153 cooperativas estão em 79% dos municípios de MT. Elas representam um universo de quase 400 mil cooperados e geram cerca de 8,6 mil empregos diretos.

Fonte: Portal Somos Cooperativismo, com informações do Sistema OCB/MT

Galerias

Cooperativas

Use o campo abaixo para buscar cooperativas. Buscar

Boletins

Cadastre seu email e receba nossos boletins.
Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: