Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

OCB conclui Conhecer para Cooperar

13/11/2018

A experiência das cooperativas de saúde, acumuladas ao longo de meio século de atuação no Brasil, tem sido apresentada a formuladores de políticas públicas e representantes de agentes financeiros desde o final do ano passado, por meio do projeto Conhecer para Cooperar – Ramo Saúde.

E, nesta terça-feira (13), o Sistema OCB e a Faculdade Unimed realizam o último módulo da iniciativa que mostrou, in loco, como as cooperativas contribuem com a melhoria dos indicadores da saúde brasileira, graças à pilares como governança, estratégia e gestão. O evento será realizado na sede da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), em Brasília.
O grupo composto por representantes da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), do Ministério da Saúde, do BNDES, do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) visitou diferentes modelos de cooperativas de saúde, desde operadoras médicas, odontológicas, cooperativas de especialidades e de trabalho médico, federações, confederações e Fundação Unimed. 


COOPERAÇÃO

O projeto realizado pelo Sistema OCB, suas unidades nos estados de Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Ceará, Paraná e Santa Catarina e, ainda, pela Faculdade Unimed contou com a parceria da Confemed, da Unimed do Brasil e da Uniodonto do Brasil.  


PROGRAMAÇÃO

Um dos destaques da programação desta terça-feira é a palestra do diretor executivo do Instituto Europeu de Pesquisa em Cooperativas e Empresas Sociais (Euricse, na sigla em inglês), Gianluca Salvatori. Na parte da manhã, ele falará sobre as experiências de cooperativas de saúde ao redor do mundo e, à tarde, falará sobre inovação.Haverá, ainda, uma mesa redonda para debater a regulação do poder público sobre o cooperativismo e, também, apresentações sobre linhas de crédito e financiamentos e os pleitos do cooperativismo de saúde para os Três Poderes.


SOBRE O PROJETO

O módulo teórico ocorreu em Brasília, em dezembro do ano passado. Os módulos seguintes ocorreram em Minas Gerais, Goiás e Ceará, entre os meses de fevereiro e março, e, ainda, em São Paulo, Paraná, Santa Catarina, em maio.

Dentre os resultados esperados estão: ampliar o conhecimento e a integração entre os diferentes modelos cooperativos que compõem o Ramo Saúde, aumentar a interlocução do sistema cooperativo de saúde com formuladores de políticas públicas e demonstrar o papel central que essas cooperativas podem desempenhar na saúde brasileira. 


SOBRE O RAMO

- Presente em 85% do território brasileiro;
- Mais de 22 milhões de brasileiros são atendidos pelas operadoras cooperativas;
- Mais de 50 anos de atuação no país;
- Destaques em avaliações (como o IDSS, da ANS);
- Importante ator no atendimento ao Sistema Único de Saúde (SUS);
- Tem desenvolvido, de forma cada vez mais estruturada, políticas de compliance;
- 805 cooperativas;
- 240 mil cooperados;
- Mais de 103 mil empregados;
- Modelo estruturado em sólidas Confederações, Federações e Singulares.  

Fonte: Somos Cooperativismo

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: