Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

OCB se reúne com parlamentares do Norte

28/02/2019

 “Onde o cooperativismo se instala, o desenvolvimento se instala junto e as coisas acontecem”. A afirmação da senadora Mailza Gomes, do Acre, ocorreu nesta quarta-feira, durante uma reunião entre deputados e senadores da bancada da região Norte no Congresso Nacional e lideranças do movimento cooperativista nos estados nortistas.

O assunto principal da pauta: o cooperativismo como ator-chave para o desenvolvimento do Norte do país. O evento foi realizado na sede da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e também contou com a participação de presidentes das unidades estaduais da região.

O presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, destacou que o cooperativismo já faz e pode fazer muito mais pelo Brasil. “Nosso modelo de negócios é baseado da união das pessoas em prol de um mesmo objetivo. E é isso que queremos para o Norte. Unir as pessoas para que, juntas, encontrem soluções coletivas para suas necessidades e, assim, melhorem sua qualidade de vida”, disse a liderança, que também explicou um pouco sobre como a OCB trabalha pelo fortalecimento das cooperativas do país.

O mesmo foi feito pelo presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), deputado Evair de Melo. Ele fez questão de destacar a necessidade de um trabalho eficaz e comprometido com a causa cooperativista, no âmbito do Congresso Nacional, para que o setor continue ajudando o país a crescer. Na oportunidade, Evair convidou os colegas a compor a Frencoop, para atuar junto com a OCB na representação do cooperativismo no Congresso Nacional.

O deputado José Ricardo, do Amazonas, também fez questão de deixar seu recado. “O cooperativismo é o caminho para ajudar as comunidades que vivem no interior amazonense a escoar sua produção e, assim, se desenvolverem”, enfatizou.

A gerente de Relações Institucionais da OCB, Fabíola Nader Motta, mostrou, em números, a atuação das mais de 1,2 mil cooperativas nortistas para melhorar os indicadores socioeconômicos da região. Ela explicou, por exemplo, que juntas, essas cooperativas reúnem cerca de 280 mil cooperados e geram quase 14 mil empregos formais. Veja abaixo outros números:
 
RONDÔNIA

Mais de 15% do sistema financeiro do estado é formado por cooperativas de crédito, o que torna Rondônia um dos destaques no indicador maior presença de mercado.
 
PARÁ

A Cooperativa Brasileira de Energia Renovável – Coober, a primeira de geração de energia elétrica renovável do Brasil, está situada em Paragominas. O modelo é um case de grande potencial de crescimento no país, gerando energia fotovoltaica sustentável para a região e reduzindo a conta de luz dos cooperados.
A Cooperativa Agrícola Mista de Tomé-Açu – Camta, é um exemplo mundial em fruticultura agroflorestal. Produzindo mais de 5 milhões de quilos de polpa/ano de frutas, a cooperativa exporta atualmente para os mercados dos Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Japão e Argentina.
 
AMAZONAS

A Cooperativa Mista Agropecuária de Manacapuru - Coomapem surgiu há 50 anos, com o objetivo de explorar de forma sustentável a diversidade da região amazônica, sendo uma das líderes nacionais na produção das fibras de malva e juta. Atualmente, milhares de pessoas no estado trabalham com o beneficiamento e a venda da fibra que dá origem às sacas.
 
TOCANTINS

A Cooperativa dos Produtores de Carne e Derivados de Gurupi – Cooperfrigu é um case de sucesso no que tange à exportação de carnes, atendendo mais de 100 países atualmente, com destaque para o mercado que desenvolveu no Oriente Médio, conhecido por seu alto nível de exigência.
 
RORAIMA, PARÁ, AMAPÁ, AMAZONAS E ACRE

A Federação das Unimeds dos Estados da Amazônia (Unimed/FAMA) é uma das maiores federações de cooperativas médicas do país, congregando uma carteira de 45 mil beneficiários, que se somam aos beneficiários das cooperativas singulares vinculadas à Federação, nos estados de Roraima, Pará, Amapá e Acre.
 
AGRICULTURA FAMILIAR

A região Norte se destaca também pela grande prevalência de cooperativas formadas por agricultores familiares. Como resultado dessa atuação, e em interlocução com o Sistema OCB, o modelo de negócios tem se destacado por sua participação no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: