Notícias

Boletim Goiás Cooperativo

Clipping Nacional

Flash Cooperativo

Circulares

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo

Rádio Goiás Cooperativo/Interior

Podcasts

Releases

Cooperativismo Ilustrado

Vdeos

Central da Marca

Canais de Comunicao

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prmio de Jornalismo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Museu Virtual Gois Cooperativo

Vdeos sobre tica

Vdeos sobre tica

Novo prdio OCB-GO

Novo prdio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criana

Conhea a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de Histria

Cdigo de conduta tica

Conhea o Cdigo de conduta tica

Portal de Negcios

Conhea o Portal de Negcios

Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

1 Prmio de Jornalismo Gois Cooperativo

Notícias

Plano Safra da Agricultura Familiar apresentado

01/09/2017

Nesta sexta-feira (1), agricultores familiares de São Paulo conheceram de perto o Plano Safra 2017/2020.  A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) promoveu, em parceria com o Banco do Brasil, o lançamento regional do Plano. O evento aconteceu no Sindicato Rural de Sorocaba, interior do estado.

O Plano Safra foi lançado nacionalmente em maio, em Brasília, com anúncio do total de R$30 bilhões em crédito, mantendo as taxas de juros mais baixas do mercado para os agricultores familiares. Desde então, as Delegacias Federais do Desenvolvimento Agrário (DFDAs) estão apresentando a política em diferentes estados da federação. 

Durante o evento, o secretário adjunto, Jefferson Coriteac, ressaltou a importância do crédito e também destacou o objetivo com o Plano de ir além dos financiamentos. “Os agricultores familiares são responsáveis pela maioria dos alimentos que chegam todos os dias às mesas dos brasileiros. Isso tem que ser valorizado. Além do crédito, reconhecemos que outras ações são necessárias, como Assistência Técnica (Ater), Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) etc.”, destacou. 

Só pelo Banco do Brasil, os agricultores familiares de São Paulo terão R$765 milhões em crédito no Pronaf nesta safra. A agricultura familiar paulista movimentou, no último Plano Safra (2016/2017), R$715 milhões em crédito rural com contratos nas linhas Custeio (R$393 milhões) e Investimento (R$322 milhões).

Os números animam a quilombola Regina Pereira, de 58 anos, da comunidade Cafundó. A agricultora familiar contou que a comunidade onde vive está apostando no crédito para garantir a sucessão rural. “A gente está elaborando um trabalho com os jovens para incentivarem eles a permanecerem na comunidade e o crédito é um grande incentivo para essa juventude. O nosso objetivo é que as pessoas vivam e sobrevivam do quilombo, e o Pronaf nos dá essa condição”, relatou. 

Crédito Fundiário 

Na ocasião, Sônia Nunes, que está à frente da Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário em São Paulo (DFDA-SP), falou aos agricultores sobre a participação mais ativa da Delegacia no Novo Programa Nacional de Crédito Fundiário. “Nós estamos ansiosos para a chegada de novas propostas, estamos com todo gás para trabalhar, a equipe da DFDA-SP vai fazer com que o Crédito Fundiário cresça em São Paulo”, disse.

Produção Agroecológica e Ater 

Entre os 10 eixos do Plano Safra 2017/2020, a Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e o incentivo à produção agroecológica e orgânica se destacam. No Pronaf, os produtos oriundos desse tipo de produção terão a menor taxa de juros do programa, 2,5% a.a. Além de chamadas públicas de Ater específicas para agroecologia, como explicou o diretor substituto do Departamento de Financiamento e Proteção da Produção da Sead, José Carlos Zukowski.

A notícia alegrou o agricultor familiar José Roberto da Silva, de 44 anos. No município de Piedade, a 27 km de Sorocaba, ele produz orgânicos e, durante o evento, destacou a importância de receber a assistência técnica na sua transição do convencional para o agroecológico. “O crédito é fundamental para o agricultor crescer, mas é preciso integrar isso a outras políticas. Antigamente, eu era um produtor convencional, hoje sou orgânico certificado, com 18 variedades de produtos. Nada disso teria acontecido se não fosse o apoio técnico que recebi. Produzo com qualidade, sem agrotóxicos, estou contribuindo para o meio ambiente e para a saúde”, destacou. 

O evento reuniu representantes do Governo Federal, estadual e municipal, poder legislativo, agentes bancários, extensionistas rurais e agricultores familiares. Para o deputado federal Paulinho da Força é de extrema importância haver parcerias como esta para fazer as políticas chegarem na ponta. “Para produzir, o agricultor precisa não só de terra, são várias outras ações. Precisamos nos unir para que os recursos cheguem de fato aos agricultores familiares”, disse.

Leia mais sobre o Plano Safra neste link.

Fonte: Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: