Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB-GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Rede Global de Mulheres Líderes visita OCB

25/08/2016

O Sistema OCB recebeu nesta quinta-feira (25) uma visita muito especial: a Sister Society Brasil, o capítulo brasileiro da Global Women’s Leadership Network (ou, Rede Global de Mulheres Líderes, em português, iniciativa alavancada pela World Council of Credit Unions (Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito), mais conhecido como Woccu, na siga em inglês, com patrocínio do Sicredi no Brasil. O grupo de visitantes também conta com a participação de mulheres voluntárias vinculadas ao Sicredi.

O grupo conheceu toda a estrutura de representação e desenvolvimento das cooperativas do país, atividades realizadas pelas três casas que compõem o Sistema OCB. Além de obter mais informações a respeito do trabalho do Sistema OCB, as lideranças femininas também conheceram o funcionamento do Fundo Garantidor das Cooperativas de Crédito (FGCoop).

Na quarta-feira, elas participaram da abertura do Fórum Nacional de Presidentes e Diretores Executivos do Sicredi e, amanhã, participarão de uma visita técnica ao Banco Central do Brasil, onde será possível discutir sobre o programa de Educação Financeira, parceria entre o Banco e o Sistema OCB.

A gerente geral da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Tânia Zanella, recebeu o grupo feminino na Casa do Cooperativismo, em Brasília, e disse que o cooperativismo é um movimento que estimula a participação feminina em todos os processos dentro de uma cooperativa. Segundo ela, é preciso ocupar espaços, mostrando o quanto a paixão pelo que se faz, aliada ao instinto de proteção, pode gerar resultados importantíssimos para a economia não só do Brasil, mas de todos os países onde o cooperativismo é vivenciado. SAIBA MAIS – Segundo Gisele Gomes, líder operacional do grupo a missão global da Rede é alavancar a participação feminina nas cooperativas de crédito, fomentando a liderança. A Sister Society Brasil tem como causa a educação.

Fonte: Brasil Cooperativo

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: