Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Selo de conformidade vai identificar cooperativas habitacionais com boas práticas

21/07/2022
forumhabitacao3-1531231.jpg


O Sistema OCB/GO e as entidades do Fórum Goiano de Habitação anunciaram a criação do Selo de Conformidade Cooperativista de Habitação. O objetivo é trabalharem em conjunto para reconhecer as cooperativas habitacionais regulares. Assim, será proporcionado maior segurança para os compradores e investidores de imóveis construídos por cooperativas habitacionais regulares e para o setor imobiliário goiano como um todo.  

Em reunião realizada nesta quarta-feira (20/7), em Goiânia, uma das medidas definidas foi indicar as cooperativas que atuam no ramo da construção civil voltado para a habitação e que estejam em conformidade com o cumprimento das obrigações documentais e financeiras. Também será criada uma cartilha para orientação da população sobre esse modelo de aquisição de imóveis.

“Estamos afunilando as tratativas que vinham sendo feitas há muito tempo com o Fórum Goiano da Habitação, para esclarecer a população sobre as diferenças entre a aquisição de um imóvel pelo sistema cooperativo e de uma empresa do mercado imobiliário”, explica Luís Alberto Pereira, presidente do Sistema OCB/GO.

O dirigente ressalta que os dois modelos têm características próprias e o fundamental é que a população tenha a informação correta sobre eles. “Queremos também proteger as cooperativas habitacionais idôneas e combater as que atuam de forma irregular, por meio da expedição de um selo de conformidade com as normas cooperativistas. Chamaremos os Procons municipal e estadual e outros órgãos fiscalizadores para integrar esse esforço, que tem como objetivo proteger o mercado consumidor e as boas empresas que atuam no setor habitacional, sejam elas cooperativas ou incorporadoras”, frisa Luís Alberto.

Conhecimento
Membro do Fórum Goiano da Habitação, Felipe Melazzo destaca que esse é um trabalho de utilidade pública. Ou seja, vai levar conhecimento à população sobre as diferenças entre adquirir um imóvel de uma cooperativa legalmente constituída ou de outra que apenas se anuncia como cooperativa, podendo gerar grandes prejuízos e dores de cabeça ao consumidor que ignora a real situação do empreendimento.

“Para a maioria das pessoas, o imóvel é o único patrimônio que elas conseguem adquirir ao longo da vida. E num cenário de crise econômica, como o que estamos vivendo atualmente, alguns consumidores podem ser mais facilmente enganados diante de promessas aparentemente vantajosas, mas que não vão se concretizar”, afirma Melazzo.

Existem quatro cooperativas habitacionais registradas atualmente na OCB/GO. Outras três estão em processo de registro na entidade do cooperativismo goiano.

O Fórum Goiano da Habitação reúne Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias (Secovi-Goiás), Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO), Sindicato da Indústria da Construção no Estado de Goiás (Sinduscon-GO) e Associação dos Desenvolvedores Urbanos do Estado de Goiás (Adu-GO), com apoio da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio GO).Pelo Fórum, participaram da reunião Antônio Carlos da Costa (Secovi-Goiás), Fernando Razuk (Ademi-GO), Felipe Melazzo (Ademi-GO), César Valmor Mortari (Sinduscon-GO) e Renato Correia (CBIC).

Pelo Sistema OCB/GO, além de Luís Alberto Pereira, participaram Jubrair Júnior (superintendente), Suleima Rodrigues (coordenadora do SESCOOP/GO), Rômulo Diniz (assessor Jurídico da OCB/GO) e Izabelle Menezes (Relações Institucionais da OCB/GO).


Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: