Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Simpósios debatem desafios de integração regional, novo modelo assistencial e melhorias para o Sistema Unimed

12/12/2017
unimed-cerrado-1613191917.JPG


A cidade de Goiânia recebeu, mais uma vez, os tradicionais Simpósio das Unimeds do Centro-Oeste e Tocantins (Sueco) e o Simpósio da Federação das Unimeds dos Estados de Goiás e Tocantins e do Distrito Federal (Federação GO|TO|DF). Em sua 23ª edição, o Sueco, realizado nos últimos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, teve como tema "Integração Regional: Vencendo Desafios". O VIII Simpósio Unimed 2017, realizado simultaneamente, abordou as tendências do setor saúde e seus impactos no Sistema Unimed.

Promovidos pela Federação GO|TO|DF, os encontros reuniram mais de 200 dirigentes e técnicos de Unimeds federadas e de cooperativas de trabalho médico de todo o Brasil e promoveram importantes debates em relação aos avanços na definição de um novo modelo de assistência à saúde, cujo impacto vai refletir diretamente no atendimento ao cliente, no trabalho médico, na gestão das cooperativas e em todo o segmento da saúde e do cooperativismo médico. 

A programação, aberta na manhã do dia 30, incluiu cinco oficinas nas áreas jurídica, contábil, de mercado, de tecnologia da informação e do núcleo de desenvolvimento humano. Ao longo dos dois dias dos simpósios, técnicos, diretores e presidentes de Unimeds goianas e tocantinenses e de outros Estados, como Mato Grosso, Paraná e Espírito Santo, também participaram de quatro mesas-redondas e palestras institucionais, onde puderam debater e compartilhar desafios, que atualmente enfrentam, e soluções encontradas para a melhoria dos setores de saúde e cooperativismo.

Os simpósio foram realizados no auditório da Sicoob UniCentro Brasileira, um dos patrocinadores dos eventos. Na palestra de abertura oficial dos encontros, o presidente da Unimed do Brasil, Orestes Barrozo Medeiros Pullin (foto), falou sobre o futuro do Sistema Unimed, que neste ano completa 50 anos. Durante o discurso, o presidente expôs os atuais desafios enfrentados pela instituição e apontou melhorias que precisam ser feitas. 

Entre os desafios citados estão as transições demográfica, epidemiológica e tecnológica, que exigem mudanças e encarem o custo assistencial, que sofre também o impacto de fraudes e desperdícios com processos desnecessários. A necessidade de atrair novos médicos para o cooperativismo também foi citada pelo presidente, que apresentou uma pesquisa revelando a queda no interesse de jovens médicos em ingressar nas cooperativas.

Já para o futuro, o presidente reforçou o que chama de ciclo virtuoso: inserção da atenção primária na cadeia assistencial; mudança do perfil de especialidades, para a figura do médico de família; e mais investimentos em tecnologia de comunicação e informação, com foco no Registro Eletrônico de Saúde (RES). As melhorias, segundo Orestes, só serão possíveis se todos estiverem empenhados em um mesmo objetivo.  "O futuro é o resultado da caminhada de todos ", disse.

Durante a solenidade de abertura, o presidente da Federação das Unimeds do Mato Grosso, Erleno Pereira de Aquino, falou sobre a importância do tema proposto no Sueco e a necessidade de integração entre as federações e singulares, que para ele é um dos pilares do cooperativismo. "Integrar não é fácil, pois exige renúncia e deveres, mas é a única solução para resolver os desafios e obstáculos, pois quando nos integramos os problemas e desafios continuam os mesmos, mas a energia possibilita encontrar soluções", comentou.

O presidente da Central Nacional Unimed, Alexandre Augusto Ruschi Filho, também marcou presença no evento e comentou sobre a necessidade de ficar atento às mudanças para que o Sistema Unimed se desenvolva ainda mais no futuro. "Estamos comemorando os 50 anos do Sistema Unimed e é importante pararmos para refletir o que estamos fazendo hoje para melhorar o futuro das nossas cooperativas", ressaltou.

O presidente da Sicoob UniCentro Brasileira, Raimundo Nonato Leite Pinto, aproveitou a oportunidade para agradecer ao presidente da Federação GO|TO|DF, José Abel Ximenes, pelo trabalho ao longo dos últimos anos. "A nossa cooperativa deve muito a José Abel Ximenes por sua atuação para a criação da Unicred, enquanto era presidente da Unimed Goiânia, há 25 anos”, disse.

Durante a abertura do evento, Ximenes (foto) falou sobre a importância dos simpósios como forma de ampliar os conhecimentos e compartilhar ideias. "Estamos certos de que ao final dos simpósios estaremos todos mais bem preparados para identificar e superar os obstáculos e avançar, por exemplo, rumo à implantação de um novo modelo de atenção integral à saúde", afirmou. O presidente da Federação GO|TO|DF fez questão de falar que a escolha do tema para o simpósio não foi em vão, pois acredita na importância da integração. "A força do cooperativismo está na união, no associativismo e no trabalho conjunto. Foi essa união que nos trouxe até aqui e hoje nos permite comemorar 50 anos do Sistema Unimed, e é desta união que precisamos para assegurar o futuro da maior cooperativa de trabalho médico do mundo", comentou. 

Fonte: Assessoria de imprensa

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: