Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Simulador mostra vantagens da energia solar

29/08/2018

Durante a Intersolar, maior evento de energia solar da América Latina, que ocorre em São Paulo, de hoje à quinta-feira (30/8), a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), em parceria com o Grupo de Pesquisa Estratégica Fotovoltaica da Universidade Federal de Santa Catarina, apresenta o simulador de consumo de energia para as cooperativas, durante o painel A cooperativa solar e o projeto solar comunitário no Brasil.

Com o objetivo de incentivar as cooperativas a gerarem a própria energia de forma sustentável, o simulador, inédito no Brasil, faz as contas online, mostra o desempenho econômico da cooperativa, fornece informações importantes sobre o tamanho da usina, a demanda real, além de dados como área, equipamentos e, o mais importante, o retorno de capital.

“Essas informações são vitais para dar o direcionamento econômico aos interessados. Com ele, é possível informar a quantidade necessária de energia solar para compensar o abastecimento por energia elétrica e saber quanto o futuro cooperado vai poupar de energia e qual o valor do investimento”, diz Marco Morato, analista técnico e econômico da OCB.

Inicialmente o simulador foi desenvolvido para atender às demandas individuais de pessoas físicas e jurídicas interessadas em obter energia por meio de fontes renováveis. “Como os resultados foram positivos, optamos por oferecê-lo às cooperativas”, continua Morato.Por meio dessa iniciativa, a OCB incentiva a geração de energia renovável e contribui para que a energia fotovoltaica conectada à rede se torne mais conhecida e utilizada tanto no Brasil quanto na América Latina. “Esse projeto reforça nossa preocupação com os recursos renováveis”, afirma Morato.

Das 110 cooperativas que adotaram a geração distribuída, mais de 90% utilizam sistemas fotovoltaicos, contudo, a OCB percebe que há uma tendência por novas fontes de geração, considerando o melhor aproveitamento regional. 


Sucesso

Já existem cases de boas práticas no Brasil. Uma delas é o Guia de Constituição de Cooperativas de Geração Distribuída Fotovoltaica, desenvolvido pela OCB, em parceria com a Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da GIZ (Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit) e DGRV, Confederação Alemã de Cooperativas. O material, disponível em formato impresso e digital, explica o que é uma cooperativa de geração distribuída, como montar sua estrutura e formalizá-la, os cuidados na preparação dos estudos de viabilidade e diferentes modelos de negócio, entre outros temas.

O simulador vai ser instalado no site do Programa América do Sol, uma iniciativa do Instituto para o Desenvolvimento das Energias Alternativas na América Latina (IDEAL), com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, que tem por objetivo transformar a América Latina no continente da energia solar.

O simulador solar, lançado em 2013, é uma ferramenta online inovadora, que permite a qualquer consumidor calcular um sistema fotovoltaico conectado à rede para atender a demanda energética de sua edificação, além do acesso a um cadastro online das empresas que atuam no mercado brasileiro, que já reúne mais de 900 cadastros.

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: