Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB-GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB-GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Notícias

Sistema OCB prorroga pesquisa do Diagnóstico do Ramo Mineral

26/08/2015


As cooperativas do Ramo Mineral ganharam mais tempo para responderem ao questionário que dará origem a um diagnóstico do setor. O pedido partiu das próprias cooperativas que ainda não conseguiram concluir o envio das informações. Com isso, o Sistema OCB concedeu até o dia 11 de setembro para que elas finalizem o processo.

O objetivo do diagnóstico é traçar um panorama das cooperativas do setor, para subsidiar o desenvolvimento de ações estratégicas visando o fortalecimento das políticas públicas a o aperfeiçoamento da atuação tanto na esfera dos Três Poderes quanto junto às próprias cooperativas.

“Nosso objetivo principal é obter um raio X da situação vivenciada no Ramo, gerando subsídios para a definição de estratégias em prol do setor junto ao governo federal. Os dados obtidos também servirão de fonte para que o Ramo possa formular seus planos de trabalho”, explica Márcio Lopes de Freitas, presidente do Sistema OCB.

Unidades Estaduais

Caberá às unidades estaduais a sensibilização das cooperativas minerais sobre a importância de mobilizar os dirigentes do segmento a participarem do processo de aplicação do diagnóstico.

“A participação das organizações estaduais é fundamental para obtermos o mesmo sucesso de quando realizamos os diagnósticos dos ramos Educacional e Consumo. São elas que lidam todos os dias com as cooperativas e que conhecem a realidade de seus estados. Sem as unidades estaduais, fundamentais neste processo, não teríamos como desenvolver este projeto, cujo objetivo é o fortalecimento de todo o cooperativismo”, reflete Márcio Freitas.

Diagnóstico

Estima-se que o tempo de resposta demande aproximadamente 45 minutos. Após receber todas as informações do setor, a Gerência Técnica e Econômica fará uma análise dos dados, disponibilizando-os por meio de uma publicação chamada Diagnóstico do Ramo Mineral.

Com o diagnóstico em mãos, o Sistema OCB poderá ampliar o espaço das cooperativas na agenda de decisões do governo federal, compreender a amplitude e os principais desafios e, ainda, identificar as oportunidades para as cooperativas de mineração, possibilitando a tomada de decisão mais eficiente. O setor é composto por 86 cooperativas formadas por 87,2 mil cooperados. 


Fonte: Brasilcooperativo

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: