Dia C

Sobre o DIA C GOIÁS

Aplicativo GCOOP

Aplicativo Gcoop

Prêmio de Jornalismo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Vídeos sobre Ética

Vídeos sobre ética

Novo prédio OCB/GO

Novo prédio OCB-GO

Cooperativa amiga da Criança

Conheça a campanha

OCB/GO 60 Anos

60 anos de História

Código de conduta ética

Conheça o Código de conduta ética

Portal de Negócios

Conheça o Portal de Negócios

Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

1° Prêmio de Jornalismo Goiás Cooperativo

Cooperativismo Ilustrado

Confira todos Infocoops

Notícias

Trabalhadores do transporte escolar já podem solicitar crédito especial

04/06/2020
dinheiro-reais-81413715.jpg


Os trabalhadores cooperados ou autônomos do transporte escolar já podem dar entrada no pedido de crédito especial junto à Goiás Fomento, liberada em caráter emergencial pelo governo estadual à categoria, por intermédio da OCB-GO. Esses profissionais estão entre os mais atingidos pela crise da pandemia, já que tiveram de parar as atividades há cerca de três meses, quando as aulas foram suspensas, e estão sem rendimentos, desde então. 

Cada motorista pessoa física tem direito a solicitar até R$ 9 mil em linha de crédito, que serão liberados em três parcelas de R$ 3 mil cada. O pagamento poderá ser feito em até 48 meses, mas haverá um prazo de carência de 12 meses, para começar a pagar.

Nesse intervalo, os contratantes terão de arcar apenas com o valor dos juros mensais, de 0,8%. Numa simulação de empréstimo de R$ 9 mil, os juros nos 12 primeiros meses equivalem a R$ 74,20. As parcelas são decrescentes: começam em R$ 331,85, a partir do 13º mês, e ao final dos quatro anos, chegam a R$ 259,71 (veja tabela abaixo).

Para os profissionais que se enquadram como Microempreendedores Individuais (MEI), o valor do empréstimo pode chegar a R$ 12 mil, mas, nesse caso, as regras são diferentes e mais criteriosas.

Como proceder
Para dar entrada no pedido de empréstimo, os trabalhadores do transporte escolar devem, inicialmente, preencher um formulário, com os seus dados pessoais e os do veículo. 

O cadastro deve ser enviado para o e-mail atendimentobp.transporte@gmail.com, juntamente com cópias de alguns documentos, declaração de Imposto de Renda (para aqueles com rendimentos acima de R$ 1.903,99) e declaração de renda emitida pela cooperativa ou sindicato de transporte escolar ao qual é associado. Clique aqui para acessar o formulário e a lista de documentos necessários.  

Toda a análise será feita por equipe do Banco do Povo, que vai responder ao profissional solicitante, sobre o andamento do processo. Caso haja inconsistências nos documentos, serão apontadas quais as pendências a serem solucionadas. 

À medida em que um volume de propostas é aprovado pelo Banco do Povo, os contratos são enviados à Goiás Fomento para que os profissionais façam a assinatura do contrato (único momento em que terão de comparecer presencialmente à entidade) e para a liberação do dinheiro.

Para mais informações sobre os procedimentos, há dois telefones disponíveis para atendimento: (62) 9 9702-8538 e (62) 9 9611-7340.

 

Compartilhar

Comentar

Deixe abaixo seu comentário:      

Email

Compartilhe este artigo por email: