O presidente do Sistema OCB/GO, Luís Alberto Pereira, recebeu a visita do dirigente nacional do PCdoB, Fábio Tokarski, na manhã desta quarta-feira (6). O encontro, na sede da OCB/GO, foi pautado pela discussão sobre a construção de uma política de desenvolvimento industrial para Goiânia e também para as cidades do Estado de Goiás.

Consultor e estudioso sobre o tema, o engenheiro, ex-deputado estadual, vereador e professor da UFG veio conhecer as demandas e os gargalos do sistema de negócio cooperativista para identificar soluções aos entraves do setor de indústrias. Para Tokarski, o mundo possui nova configuração geopolítica, principalmente nos locais de produção, onde há uma disputa por mercados. No Brasil, com o avanço da descentralização industrial para outros Estados do País, além do eixo Rio-São Paulo, há uma potencialidade imensa ainda a ser explorada.

“Temos que potencializar as condições de Goiás porque temos matéria prima, mão-de-obra e capacidade energética. Por isso, é preciso identificar os gargalos e as potencialidades. O cooperativismo pode contribuir muito porque as cooperativas já têm a potencialidade do plural, do coletivo, de gente que pensa junto e tem objetivos comuns. Elas precisam se apropriar não apenas das potencialidade de cada ramo, mas também dessa nova política industrial. A economia goiana pode e precisa se diversificar”.

Fábio Tokarski

O presidente da Casa do Cooperativismo Goiano agradeceu a visita e adiantou que novas ações, por meio da aplicação do Incubacoop, podem ser elaboradas para a criação de novas cooperativas de serviços e também o desenvolvimento das que já atuam no Estado, em vários ramos do setor produtivo.

“Sua presença foi muito importante para despertar possibilidades e projetos que podem, em breve, contribuir com o desenvolvimento das nossas cooperativas. Pensar e propor novos desafios ao cooperativismo possibilitam mais visibilidade ao nosso modelo de negócio que é, na sua essência, mais justo para todos.”

Luís Alberto Pereira